Kiay já não reabre este Verão

0
1637

Foi uma decisão “extremamente difícil”. A Palace Kiay não vai reabrir portas este Verão e a decisão foi anunciada recentemente pelos seus responsáveis. Em 37 anos de vida, esta será a primeira vez que a mítica discoteca estará de portas fechadas no Verão, mas Jorge Duarte e Lara Prince prometem voltar “melhores e mais fortes, com ideias diferentes para a época do Outono, o que nos pode impulsionar até 2021”.

O casal de empresários espera que a Kiay reabra ainda mais forte

Os gerentes da Kiay recordam os “tumultuosos” quatro meses que têm vivido desde que foi decretado o estado de emergência, “sempre com esperança da reabertura ou, no mínimo, a ter uma data para o nosso futuro”. Depois deste longo período de indefinições, o casal assume ter esgotado “a paciência”, a “esperança” e “a nossa força”.
Tentaram reverter a situação, com a possibilidade de criação de uma esplanada, para a qual dizem ter “um projecto lindo”, mas entendem que “gastar a ideia no meio da pandemia seria inútil”.
Jorge e Lara não estão dispostos a “fazer parte do problema nem a pôr o nome da Kiay em causa” e lamentam que a opinião pública seja “do contra”, que a comunicação social também não ajude e que o Governo seja “péssimo e pessimista”.
“A Kiay vive de diversão, vive de pessoas aglomeradas, vive de sorrisos, vive de abraços e de beijinhos, vive de uma equipa unida e familiar, vive de grandes shows, vive de música ao vivo, vive de dança, vive de euforia”, afirma o casal de empresários, mas vive também “dentro das leis, nunca fora delas”, como fazem questão de sublinhar.
“Não podemos abrir a Kiay a imaginar infringir todas as leis para conseguir trabalhar, nem a imaginar pagar multas e coimas só porque os clientes estejam mais eufóricos”, esclarecem. Por isso, “pedimos imensa desculpa a vocês [clientes]. Pedimos a vossa compreensão. Pedimos que continuem a acompanhar a Kiay e que, quando ela voltar, que estejam todos de saúde e com vontade de trabalhar no #bestclubinportugal”, apela o casal aos clientes e amigos, a quem deixam um agradecimento pelo apoio ao longo do período da quarentena.

*Notícia publicada na edição impressa de 23 de Julho