Jovens de S. Tiago dão nova vida à escola da Infesta

0
1637

A antiga escola primária da Infesta (Santiago de Litém) há muito que reclamava uma pintura nova. Ainda que já não seja palco das aprendizagens de outros tempos, a sala de aula é agora o ateliê onde a artesã Clotilde Antunes, natural daquela freguesia, dinamiza um conjunto de actividades para diferentes faixas etárias da população, muitas delas para os idosos. E foi precisamente a artesã (que é também presidente da Associação de Artesãos de Pombal) quem desafiou o Grupo de Jovens de S. Tiago a darem uma nova imagem à velhinha escola da aldeia. Abertos a iniciativas de voluntariado e de apoio à comunidade local, o grupo não se fez rogado e pôs mãos à obra, como conta Carolina Simões, presidente da direcção.
Este sábado, dia 4, arregaçaram as mangas e, durante todo o dia, concluíram a pintura de uma boa parte do edifício. Dentro de 15 dias, regressam para terminar o trabalho. Aos mais jovens juntaram-se Clotilde e um casal da Infesta (Maria dos Anjos Martins Silva e o marido). Ao todo, o grupo era composto por 14 pessoas.
Nesta tarefa, os voluntários contaram com a colaboração da União de Freguesias de Santiago e S. Simão de Litém e Albergaria dos Doze, que ofereceu a tinta e o almoço, servido no local.
Criado em Março de 2019, depois da ideia lançada por Carolina Simões, o Grupo de Jovens de S. Tiago é formado actualmente por 21 elementos, todos de Santiago de Litém e aldeias próximas. Com ligações à Igreja, Carolina Simões conta que um dos objectivos iniciais passava pela realização de uma peregrinação a Taizé, uma comunidade ecuménica Cristã, em França, tendo chegado a dinamizar várias acções de angariação de fundos com esse propósito. A ideia mantém-se, mas a pandemia veio alterar os planos e suspender a viagem, até que estejam reunidas as condições para a saída do grupo.
Mas ainda que esta seja uma das pretensões do plano de actividades, o Grupo de Jovens de S. Tiago tem-se envolvido, desde o início, em muitas outras acções de voluntariado, divididas por três pelouros: Comunicação e Imagem; Solidariedade; e Pôr do Mundo. Carolina Simões recorda o Festival de Sopas ou a colaboração na Festa de N. Sra. dos Milagres e nas tasquinhas de Alitém, onde dinamizaram um espaço para os mais pequenos, mas em 2019 as iniciativas não ficaram por aqui. No Verão passado, houve ainda tempo para organizar um torneio de sueca, mas o grupo tem-se envolvido, também, na venda do jornal/brochura do grupo, à saída da missa e na farmácia. No Natal, os jovens associaram-se ainda ao espírito solidário da quadra, ao recolheram bens para a Casa do Gaiato e fazerem bolachas para vender à saída da missa, cujas verbas foram entregues aos Bombeiros Voluntários de Pombal.
“Para este ano, também havia muitas actividades programadas”, mas a pandemia veio alterar os planos, afirma Carolina Simões. Por isso, e depois da inactividade forçada dos últimos meses, foi com grande entusiasmo que os jovens voluntários puseram mãos à obra no desafio lançado por Clotilde Antunes. O voluntariado não pára por aqui e o Grupo de Jovens de S. Tiago assumirá a dinamização de actividades no ATL da Junta de Freguesia, um deles a funcionar em S. Simão de Litém (pré-escolar) e outro em Santiago de Litém (1º e 2º ciclos).
Com jovens de faixas etárias que variam entre os 13/14 anos e os 25 anos, a presidente da direcção diz que o projecto está aberto a quem se queira juntar a ele. A actividade do grupo pode ser acompanhada nas redes sociais (facebook e instagram).