20 anos a adoçar a boca aos pombalenses

0
672

Estávamos no dia 23 de Julho de 1994 quando João Brás fundou a PombalDoce. A pastelaria na Rua Almirante Reis, localizada em plena zona histórica da cidade, foi a primeira a abrir portas. Hoje, a PombalDoce está também nas imediações da Escola Secundária e mantém o cariz familiar e a excelência nos produtos que disponibiliza aos seus clientes.

Ladeado por Maria Odete, a esposa, e pelas duas filhas, Kelimar e Maribel, o fundador de uma das mais sólidas empresas do concelho faz um balanço “positivo” das duas décadas de actividade do negócio: “Houve altos e baixos, mas tivemos muitos e bons anos de actividade. Diria que os momentos menos positivos, mas ainda assim razoáveis, foram principalmente nos últimos três anos, devido à crise”, refere. “A energia está muito cara e noto a falta de alguns clientes, porque emigraram”, acrescenta. Quanto ao futuro, pretende manter o nível de qualidade a que habituou todos os que escolhem as suas pastelarias e diz esperar “que as coisas melhorem”. O proprietário da PombalDoce sublinha que o importante é “manter, porque o nosso mercado era abrangente e é agora ameaçado pelas grandes superfícies. Actualmente, somos um nicho, por isso manter é a prioridade”.

Nesta empresa, “a família tem um papel muito importante. Habituámo-nos a trabalhar em conjunto, eu e a minha esposa, e contamos sempre com a ajuda das nossas filhas”, afirma. Além disso, a PombalDoce integra sete colaboradores, a quem João Brás deixa uma nota de agradecimento, bem como a todos os “clientes e amigos por terem confiado em nós nos últimos 20 anos. Continuaremos a trabalhar por essa mesma confiança para o futuro”.