João Paulo Simão estreia-se em mundiais de atletismo com 11º lugar

0
1030

João Paulo Simão estreou-se na tarde desta segunda-feira (dia 28) em campeonatos mundiais de atletismo. O atleta pombalense participou na prova de salto em altura M50 (para atletas entre os 50 e os 54 anos) e foi 11º classificado, no World Masters Athletics Indoor Championship 2023, o Campeonato Mundial de Atletismo para Veteranos em Pista Coberta, que está a decorrer em Torun, na Polónia.
Recentemente, em entrevista ao Pombal Jornal, João Paulo Simão mostrou a ambição de conseguir superar a sua melhor marca do ano, revelando alguma ansiedade para a estreia numa competição deste nível.
Na Polónia, o atleta pombalense iniciou o concurso com a fasquia a 1,45m. Depois de passar esta altura, conseguiu também superar o 1,50m e 1,55m, sempre na primeira tentativa. Estava assim igualada a sua melhor marca do ano. O problema veio a seguir. João Paulo Simão falhou as três tentativas a 1,60m, sendo eliminado da competição. O vencedor veio a ser Lee Adkins, atleta dos Estados Unidos da América, que foi o único a passar a fasquia colocada a 1,80m.
No próximo ano, João Paulo Simão passa a participar na categoria M55, para atletas entre os 55 e os 59 anos, e tem a expectativa de melhorar a classificação.

João Paulo Simão durante um dos treinos de preparação para o Mundial, na pista do Expocentro

 

 

Partilhar
Artigo anteriorAnsião já dispõe de 130km de percursos pedestres
Próximo artigoGNR de Pombal deteve dois homens e uma mulher por tráfico de droga
Biólogo Marinho de formação e pós graduado em Turismo de Natureza, nunca exerceu profissionalmente em qualquer uma das áreas. Há uns bons anos iniciou-se nas lides radiofónicas e esse bichinho ainda hoje perdura. O gosto que tinha pelo Cinema, desde tenra idade, foi apurado nos tempos universitários e, por estes tempos, não passa um dia sem ver, no mínimo, um filme. Não perguntem qual o seu preferido pois o gosto pode variar consoante a hora. Balança de signo, mas Leão de coração, gosta de viajar e ambiciona conhecer os quatro cantos do mundo. Mas quem não sonha com o mesmo?