Jejum intermitente, que benefícios!?

0
490

O jejum intermitente tem conquistado cada vez mais portugueses, também devido a muita informação (ex: livros, revistas, artigos) que tem saído no nosso país, e os portugueses recebem com entusiasmo as conclusões de estudos científicos recentes que têm vindo a demonstrar os benefícios deste regime alimentar, nomeadamente a perda de massa gorda, redução de peso e o aumento do rendimento físico. Existindo também outros benefícios, nomeadamente no sistema imunitário, nos níveis de energia, na concentração, entre outros!
Por outro lado existem, contudo, situações em que a prática do jejum intermitente está associada a um elevado risco para a saúde dos indivíduos, causando mais problemas do que as desejadas soluções.

Sendo por isso necessário um acompanhamento personalizado, por parte de um profissional de saúde habilitado, por exemplo, nutricionista ou médico. Isto porque existe um conjunto de requisitos para que este tipo de intervenção corra da melhor maneira possível, e em que não se coloque em risco a saúde da pessoa. Também se sabe que o jejum intermitente funciona com sucesso apenas para algumas pessoas.
Existem vários tipos de jejum intermitente.
O tipo de jejum intermitente pode variar de acordo com a duração do período de jejum e a quantidade de vezes, na semana, em que é realizado, sendo as principais formas:
-Jejum de 12h: consiste em ficar 12 horas sem comer, e um período em que se come;
-Jejum de 16h: consiste em ficar entre 14 e 16 horas sem comer, incluindo o período do sono, e comer nas 8 horas restantes do dia;
-Jejum de 24h: é feito com um dia inteiro de jejum, e pode ser feito 2 ou 3 vezes por semana;
-Jejum de 36 horas: consiste em ficar 1 dia inteiro e mais metade do outro dia sem comer. Este tipo de jejum deve ser feito por pessoas mais acostumadas com o jejum, e sob orientação médica;
-Comer 5 dias e restringir 2 dias: significa comer por 5 dias da semana normalmente, e escolher 2 dias para reduzir a quantidade de calorias para cerca de 500 por dia.
Procure ajuda de um profissional de saúde, antes de iniciar este tipo de intervenção! E boas férias, se for o caso!
Cuide bem de si!

António Cordeiro
Nutricionista
CP: 0728N