Região de Alitém promove-se com gastronomia, artesanato e animação

0
545

Tasquinhas, expositores e um programa cultural diversificado são os trunfos de mais uma edição da Mostra Gastronómica da Região de Alitém. O certame, que vai na 20.ª edição, repete o modelo dos anos anteriores, mas quer crescer, reforçando o investimento nos espectáculos e alargando a exposição às empresas.

Gastronomia, artesanato, espectáculos e diversão. A Mostra Gastronómica da Região de Alitém está de volta como todos a conhecemos, mas com vontade de crescer para se tornar mais atractiva tanto para os visitantes como para os expositores. No entanto, esse crescimento ainda não se reflecte no certame deste ano, que se realiza entre 26 e 28 de Agosto, em S. Simão de Litém, repetindo o modelo das edições anteriores.
“A Mostra Gastronómica da Região de Alitém vai ser muito semelhante à dos últimos anos, até porque o estado de pandemia e as muitas indecisões quanto à realização destes eventos não nos permitiu fazer algumas das alterações que já tínhamos decidido na última edição”, contou o presidente da União de Freguesias de Santiago e S. Simão de Litém e Albergaria dos Doze, cuja entidade é a promotora do evento.
Portanto, “o figurino vai ser o mesmo: gastronomia, artesanato, espectáculos e diversão”, adiantou Manuel Nogueira de Matos, admitindo que “as expectativas são elevadas, mesmo em relação à edição anterior”, porque “as pessoas sentem alguma falta de eventos e de convívio”.
A gastronomia marca presença com os sabores locais mais tradicionais. À mesa servem-se “pratos à base de carnes do campo”, de onde ressaltam os grelhados, o arroz de cabidela, o tortulho, o carneiro guisado e o carneiro em branco. Mas “também temos pratos de peixe, nomeadamente de bacalhau”, frisa o presidente da Junta.

À mesa servem-se “pratos à base de carnes do campo”, de onde ressaltam os grelhados, o arroz de cabidela, o tortulho, o carneiro guisado e o carneiro em branco

Na parte das exposições, o destaque vai para o artesanato, que “ocupa praticamente todos os stands”. No entanto, ainda sobra espaço para “as instituições particulares de segurança social mostrarem o investimento que têm feito no território”, o qual é “muito significativo”, vindo a contribuir para “gerar riqueza e criar emprego”, sublinhou o autarca.
Também a Junta de Freguesia terá um stand na Mostra Gastronómica, onde pretende “divulgar tudo aquilo que acontece no território durante o ano ao nível de desporto, cultura e investimento nas diferentes áreas”.
Já a animação faz-se com “um programa bastante diversificado”, que inclui animação de rua, actuação de grupos de música locais, teatro, passeio pedestre, bailes, concertos e dj’s.

 

“QUEREMOS UM EVENTO DE MAIOR DIMENSÃO”

Este ano não houve tempo para projectar a Mostra Gastronómica da Região de Alitém. Mas esse é um objectivo para cumprir já em 2023. Quem o diz é o presidente da Junta de Freguesia. “Estamos já a preparar algumas alterações para o próximo ano”, pois “queremos um evento de maior dimensão para atrair mais pessoas ao território e garantir uma divulgação mais alargada”.

Presidente da União de Freguesias quer dar uma dimensão maior ao evento no próximo ano

Com esse intuito, “estamos a equacionar a possibilidade de investir mais em espectáculos e estender a exposição aos industriais, comerciantes e operadores económicos”, revelou Manuel Nogueira de Matos. Para isso, “temos de repensar o espaço”, que “neste momento é limitado”.
“Queremos dar uma dimensão maior à Mostra Gastronómica para a tornar mais atractiva, quer para quem nos visita, quer para os expositores”, que actualmente se resumem quase só aos artesãos.

“Queremos dar uma dimensão maior à Mostra Gastronómica para a tornar mais atractiva, quer para quem nos visita, quer para os expositores”

Esta é também uma forma de potenciar o “investimento de cerca de 40 mil euros” da Junta de Freguesia, a que se soma mais 8.500 euros de apoio atribuído pela Câmara Municipal de Pombal.
“Este volume de investimento pode permitir dar um salto quantitativo e qualitativo”, criando condições para “atrair expositores empresariais e dar uma outra dimensão ao evento, que já é bastante conhecido no território de Alitém e à sua volta”.

Carina Gonçalves | Jornalista