Mulher de 76 anos morre em colisão no Louriçal

0
6101
Fotografia enviada para a redacção do Pombal jornal

Uma mulher de 76 anos de idade morreu na tarde desta segunda-feira, no Louriçal, na sequência de uma colisão entre um tractor que conduzia e um veículo ligeiro de passageiros. O acidente ocorreu poucos minutos depois das 17 horas, na EN342, no cruzamento de acesso ao centro urbano da vila.
Segundo o que o Pombal Jornal apurou junto do comandante dos Bombeiros Voluntários de Pombal, com o embate o tractor capotou, tendo a vítima ficado encarcerada debaixo do veículo.
Quando os meios chegaram ao local, Maria José Gonçalves Roque, estava em paragem cardiorrespiratória, tendo sido necessário proceder ao desencarceramento da mesma para serem realizadas manobras de suporte básico de vida, o que se revelaram infrutíferas.
O óbito acabou por ser declarado pela equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), afecta ao Hospital Distrital da Figueira da Foz, accionada para o local.
Os Bombeiros Voluntários de Pombal accionaram dois veículos com equipamentos de desencarceramento, uma ambulância e uma viatura de comando, num total de 13 operacionais.
Entretanto, o presidente da Junta de Freguesia do Louriçal, José Manuel Marques, disse ao nosso jornal que Maria José Roque, viúva e residente em Casais do Porto, fazia do tractor o seu meio de transporte e devia estar a dirigir-se, como era habitual, para a missa que é celebrada no Convento do Louriçal.

Partilhar
Artigo anteriorHIC ET NUNC | Provocar o impulso de imperativo
Próximo artigoO CONCELHO EM ANÁLISE | Balanço do ano e Perspectivas para 2020
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.