HIC ET NUNC | O comboio está em andamento

0
500

O nosso País tem paisagens e percursos lindíssimos. Um dos mais turísticos e pitorescos é o percurso junto ao Douro, possível de se contemplar com viagem fluvial e ferroviária. A viagem de comboio será mais ou menos marcante na nossa memória consoante for o gupo que nos acompanhe, os restantes passageiros, o guia túristico e a restante comitiva; pode ser animada, cantada e dançada; os encantos da gastronomia local ajudam a completar a experiência.
No próximo dia 18 a atual concelhia do CDS-PP cumpre o primeiro ano de mandato. Este comboio retomou a sua marcha apenas no ano transato, mas a grande viagem começou em 1974. Com muitos percalços e alguns acidentes mas sempre com um propósito bem claro, fazer cumprir a Carta de Princípios que esteve na base de tudo. Estou em crer que o principal erro tem sido este: alguns dos maquinistas que assumem os comandos pensam que este comboio é seu e que é sua a viagem que comandam.
Quando esta viagem se reiniciou, as carruagens estavam vazias. O anterior maquinista ao deixar os comandos da locomotiva não só não avisou os passageiros que a viagem poderia continuar, como estou em crer que lhes terá dito até que o novo maquinista não seria capaz de dar continuidade à viagem.
Tem sido um caminho sinuoso e alcantilado e por isso mesmo, vagaroso. Nesta viagem não temos muito para oferecer, apenas garantimos que a nossa ação será focada nas pessoas. Como tal, trazemos connosco a sinceridade, o compromisso e o trabalho. A situação pandémica não tem facilitado a entrada de novos ou antigos passageiros, mas muitos são os que já ocupam o seu lugar, sem luxos, apenas com o desejo de participar nesta viagem.
No trajeto realizado nestes quase 12 meses foram muitas as paragens. Convidámos anteriores passageiros, mesmo os que estavam esquecidos ou que foram ignorados. O líder do comboio, timoneiro, piloto ou maquinista, com a sua equipa, tem que estar próximo e atento a todos, sem exceção.
Em percurso paralelo circulam outros comboios, alguns mais vistosos, outros quiçá mais apelativos, alguns até fortemente ruidosos. Podem prometer mais e podem ser novidade, mas na realidade, o que transportam eles?…
Neste comboio nós temos lugar para todos aqueles que, sem agendas pessoais, queiram participar. O nosso percurso passa por todas as freguesias, com paragem em todos os apeadeiros. Onde houver um pombalense descontente nós iremos lá para o escutar e para lhe dar voz. Será este o nosso desígnio, assente numa alternativa sólida, próxima e atenta; uma equipa dinâmica e determinada; uma viagem que não terminará em Setembro ou em Outubro. Os passageiros podem entrar e sair, o maquinista pode até mudar, mas o comboio não pode parar!
O nosso compromisso é com os pombalenses.
#QueremosResponder

Telmo Lopes
Técnico Comercial
Militante CDS-PP