GNR de Pombal detém sete pessoas por tráfico de estupefacientes

0
4751

O Destacamento Territorial de Pombal da Guarda Nacional Republicana (GNR), através do seu Núcleo de Investigação Criminal (NIC), deteve sete pessoas por suspeita de tráfico de estupefacientes. A operação, realizada na madrugada desta quarta-feira, 31 de Julho, envolveu cerca de quatro dezenas de militares e incidiu nos concelhos de Pombal, Leiria e Marinha Grande.
Segundo o que o Pombal Jornal conseguiu apurar, a operação foi o resultado de uma investigação de sete meses por parte dos militares do NIC da GNR de Pombal, tendo dado cumprimento a três mandados de detenção, seis a buscas domiciliárias e seis a veículos automóveis.
Durante a operação, os militares apreenderam alguns quilos de estupefacientes, como haxixe, anfetaminas, plantas de cannabis, bem como outros materiais como estufas para cultivo de cannabis, telemóveis, equipamento informático, oito mil euros em dinheiro e três veículos automóveis, entre outros artigos destinados, alegadamente, à prática do crime de tráfico de estupefacientes.
Os detidos, com idades compreendidas entre os 23 e os 49 anos, são todos de nacionalidade portuguesa, entre os quais uma mulher. Os detidos masculinos têm antecedentes criminais pela prática de crimes diversos.
Todos os detidos serão presentes, amanhã, 1 de Agosto, ao juiz de instrução criminal do Tribunal da Comarca de Leiria, para aplicação das respectivas medidas de coacção.

Partilhar
Artigo anteriorEscuteiros de Carnide “em busca da Atlântida perdida”
Próximo artigoMAKEOVER TOTAL [apresentação c/ vídeo]
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.