Emigrante pombalense assassinado este domingo na África do Sul

0
459

António Vieira, de 80 anos, foi asfixiado este domingo, dia 25, cerca das 08h00, por três homens na estação de serviço de que era proprietário em Bedforview, Joanesburgo, na África do Sul. Natural de Pombal, era casado e pai de dois filhos.
De acordo com o Jornal da Madeira, que avança com a notícia, António Vieira terá sido atacado por três ocupantes de um táxi com cinco pessoas no total num parque de estacionamento de uma estação de serviço.
Esses três indivíduos dirigiram-se para o interior da pizzaria, dentro da estação de serviço, e pediram três pizzas. António Vieira explicou que o estabelecimento não estava a funcionar por conta das regras para travar a Covid-19 que se encontram em vigor.

Local onde ocorreu o crime (Foto: O Correio da Manhã)

Um dos três indivíduos, armado, ordenou que António e um empregado de limpeza que ali se encontrava, para se dirigirem para o escritório. O emigrante português foi manietado com fios de eletricidade à volta do rosto e fita adesiva na cabeça causando-lhe a morte por asfixia.
António Vieira é o terceiro português morto por asfixia na África do Sul, em menos de um ano, conta o Jornal da Madeira.
A Lusa contactou o Ministério dos Negócios Estrangeiros, que numa mensagem lamentou “profundamente a morte de um compatriota assassinado em Joanesburgo”.
“O consulado-geral de Portugal em Joanesburgo está já em contacto com a família da vítima”, lê-se na mensagem. O ministério não forneceu mais informações sobre o assunto.

*Mais pormenores na próxima edição do Pombal Jornal