Delfina Carvalho é nova directora-executiva do ACES Pinhal Litoral

0
957

A ministra da Saúde nomeou a médica de medicina geral e familiar, Delfina Ferreira Carvalho, directora-executiva do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Pinhal Litoral, substituindo no cargo Pedro Sigalho que completou um mandato de três anos.


O despacho de Marta Temido refere que a nomeação foi proposta do conselho directivo da Administração Regional de Saúde do Centro tendo sido ouvida a Comissão de Recrutamento e Selecção para a Administração Pública, que se pronunciou sobre a referida designação.
A governante enaltece a “competência técnica, aptidão, experiência profissional e formação adequada evidenciada” de Delfina Carvalho.
Médica de medicina geral e familiar na Unidade de Saúde Familiar Vitrius, na Marinha Grande, que coordenou em 2018, a nova directora-executiva do ACES Pinhal Litoral é ainda orientadora de formação de internos do ano comum e da formação específica de medicina geral e familiar.
O ACES do Pinhal Litoral é um dos oito agrupamentos que integram a Administração Regional de Saúde do Centro e abrange os concelhos de Leiria, Batalha, Marinha Grande, Pombal e Porto de Mós, cobrindo uma população residente de 255.466 habitantes, 15,4% da população da região Centro.
Na última reunião do executivo, o presidente da Câmara de Pombal informou que a vereação que já solicitou uma audiência à nova directora-executiva, Delfina Carvalho, para que seja analisada a situação de cuidados primários de saúde no concelho.

*Notícia publicada na edição impressa de 28 de Maio

Partilhar
Artigo anteriorO CONCELHO EM ANÁLISE | O Pós-Covid
Próximo artigoPS de Pombal defende alteração ao projecto do Jardim da Várzea
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.