Convento do Louriçal e Castelo de Pombal integram roteiro da região

0
147

O roteiro “Road Trips” relativo à Região de Leiria, apresentado na passada segunda-feira pelo Turismo Centro de Portugal, destaca o Convento do Louriçal e o Castelo de Pombal como os locais a visitar no concelho de Pombal. A praia do Osso da Baleia apenas é referida como o ponto inicial da Estrada Atlântica.


Aqueles roteiros temáticos de descoberta e exploração da diversidade do Centro de Portugal, “desafiam os turistas a explorar o território e a aumentar o seu tempo de estrada na região, com flexibilidade para parar, contemplar e experimentar o muito que há para conhecer”, refere a entidade presidida por Pedro Machado.
“As propostas de viagem integram não só os produtos turísticos mais distintivos das oito comunidades intermunicipais (CIM) da Região Centro – os museus e atracções obrigatórias, as praias mais secretas, as iguarias tradicionais ou os melhores locais para captar fotografias -, mas igualmente recursos exclusivos e transversais, como o Património Mundial do Centro”, realça.
No capítulo, “Da Estrada Atlântica ao Louriçal” surge referência ao Convento do Louriçal “que vale a pena pelo deslumbrante interior da Igreja.” “A pequena vila está preparada para receber turistas e visitantes”, lê-se no documento, acrescentando que o Convento “onde ainda hoje habitam em regime de clausura as Irmãs Clarissas, foi mandado construir por D. João V na sequência de uma promessa feita ainda enquanto príncipe.”
“As linhas simples da fachada não deixam adivinhar a riqueza do interior da Igreja, revestido a azulejos azuis e brancos até ao tecto. Mas não vá sem marcação: por viverem em clausura, as clarissas permitem visitas ao espaço apenas com aviso prévio”, refere, sugerindo aos visitantes que procurem “os famosos Biscoitos do Louriçal.”
“Partimos do Louriçal em direcção a sudeste e ao Castelo de Pombal. Edificado no século XII por Gualdim Pais, Mestre da Ordem dos Templários, guarda a memória mais antiga de Pombal e conserva uma incrível vista sobre a região. Além disso, conta com um posto de turismo no interior e, no exterior, com uma cafetaria com panorâmica impressionante”, lê-se no roteiro já no capítulo “Do Louriçal a Pedrógão Grande”.

Partilhar
Artigo anteriorAutarca alerta para as consequências devido aos cortes nos colégios
Próximo artigoMassacre de três empresários de Abiul foi há 18 anos
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.