Parque desportivo de Abiul financiado pelo programa BEM

0
1347

O presidente da Câmara de Pombal, Diogo Mateus, assinou, no dia 30 de Maio, o contrato-programa de financiamento para a requalificação do Parque Desportivo de Abiul, cujo concurso de empreitada se encontra a decorrer. O documento foi assinado em cerimónia realizada na Secretaria de Estado da Valorização do Interior, em Castelo Branco.
De acordo com a autarquia, a intervenção “representa um investimento municipal de 299.521,86 euros, tendo sido aprovado um apoio de 50% no âmbito do Programa BEM [Beneficiação de Equipamentos Municipais], no montante de 149.990,00 euros de financiamento.”
“A intervenção naquele espaço da freguesia de Abiul, para além da colocação de um novo piso sintético, contempla a construção de um edifício de apoio, que se desenvolverá num único piso, ao nível do campo de jogos e com acesso autónomo pelo exterior e zona de estacionamento”, adianta.
Ainda segundo a Câmara Municipal, “o edifício a construir terá três zonas destinadas a balneários, um espaço de apoio multifuncional, estando contemplada a criação de zonas arrumos.” “No que concerne ao piso de jogo, a intervenção prevê a colocação de piso sintético, comas medidas de um campo de futebol de 5, para além da construção de bancada”, frisa.
O Programa BEM foi criado pelo Governo em 2018 para apoiar iniciativas de natureza municipal que promovam a coesão territorial e o aumento da capacidade de atracção dos territórios do Interior, designadamente projectos de valorização e requalificação de espaços, infra-estruturas ou equipamentos municipais que potenciem o desenvolvimento desses territórios.
A cerimónia realizada na passada quinta-feira, contou com as presenças dos secretários de Estado da Valorização do Interior, João Paulo Catarino, e das Autarquias Locais, Carlos Miguel.

*Notícia publicada na edição impressa de 6 de Junho

Partilhar
Artigo anteriorGNR intensifica fiscalização sobre acidentes com tractores
Próximo artigoTertúlia esclarece sobre espondilite anquilosante
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal”, quinzenário com o qual deixou de colaborar no final de Maio de 2020.