Mulher detida por agredir e injuriar Polícia em Pombal

0
1781

A PSP de Pombal deteve, no passado dia 8 de Março, uma mulher, de 59 anos de idade, pela pela prática do crime de ofensas qualificadas e injúria agravada.
A mulher, aparentemente embriagada, encontrava-se no interior de um estabelecimento de restauração onde estaria a incomodar alguns clientes “ao cantar demasiado alto, dançar entre as mesas e ter derrubado os instrumentos musicais da banda que se encontrava a actuar”, informa o Comando Distrital de Leiria da PSP, numa nota enviada esta quarta-feira à imprensa, que fala ainda de ofensas verbais às funcionárias do espaço.
O proprietário do estabelecimento denunciou o comportamento da mulher à PSP de Pombal, que se deslocou ao local para tomar conta da ocorrência.
Porém, “enquanto os polícias procediam à recolha de informações, a mulher dirigiu-se à viatura policial desferindo socos na lateral e no tejadilho da mesma”, actos dos quais não resultaram “quaisquer danos”, refere aquela força policial. Nesta altura, “o polícia que estava no interior da viatura prontamente abriu a porta e, ao sair, a suspeita, através da sua força física, empurrou a porta da viatura policial, provocando o desequilíbrio do mesmo e a sua restrição de movimentos, pelo que lhe foi de imediato dada voz detenção”, descreve o comunicado
A detida foi notificada para comparecer em tribunal esta terça-feira, 12 de Março, tendo-lhe sido proposto um pedido de desculpa, serviço comunitário e a posterior suspensão provisória do processo, tendo a mesma concordado.
A PSP sublinha ainda que “os polícias do Comando Distrital de Leiria responderão sempre de forma firme perante quaisquer comportamentos desafiadores e ilícitos, nomeadamente os dirigidos contra a instituição PSP e representantes do Estado, pedindo a todos que cumpram as indicações das autoridades policiais”.