Abiul recebe almoço exótico

0
1193

No passado dia 4 de Maio, Abiul foi palco de um almoço multicultural, organizado pela Junta de Freguesia, a Escola Tecnológica, Artística e Profissional de Pombal (ETAP) e a CulturSOL.

“A iniciativa surgiu no âmbito da apresentação das Provas de Aptidão do Curso Profissional Técnico de Turismo”, explicou a coordenadora do curso, Rita Andrade. A professora e orientadora dos projectos finais dos alunos afirmou que o Almoço de Degustação de Sabores foi fruto da convergência dos projectos ‘Regresso a Abiul’, de João Marques, natural daquela freguesia, ‘Uma viagem entre duas culturas – Portugal Ucrânia’, da aluna Nadiya Kyrik e ‘STPTour’, “que pretende mostrar a cultura e as potencialidades das ilhas de S. Tomé e Príncipe”. Foi através deste último que surgiu “a oportunidade de realizar um almoço com o património cultural do país através da parceria com a CulturSOL”, uma associação sociocultural sem fins lucrativos, com sede no Estoril. Um dos seus objectivos é proteger e apoiar os grupos populacionais mais carenciados e desfavorecidos de África, principalmente jovens e crianças, através da realização de acções ao nível da educação e aprendizagem, actividades culturais e artísticas. Guida Ramalheira é a presidente da direcção e explica que “a ligação a Pombal é um associado nosso, o Nelson Paquete, santomense e aluno da ETAP”. A CulturSOL pretende “dar a oportunidade à comunidade em geral de viver um dia diferente, um dia em África com os seus sabores, cheiros, sons e arte”, afirma. “Estes eventos culturais permitem-nos angariar verbas e fazer face aos projetos sociais que desenvolvemos no bairro social onde estamos sediados em Cascais, Cabo Verde e S. Tomé e Príncipe”.

A degustação proporcionou aos 80 participantes iguarias abiulenses, ucranianas e africanas, num “dia diferente” que contou com pratos confeccionados “pelas nossas mães e tias e por nós próprios. Todos sabemos fazer algo da nossa terra e os produtos são muito autênticos”.

O almoço foi abrilhantado pelas mornas e coladeiras de “Elton, um rapaz de Santo Antão, Cabo Verde”, uma exposição de artesanato africano dos cinco países lusófonos, pela actuação do rancho infantil Pedrinhas da Sicó, de Ramalhais e do grupo Abidance. A presidente da Junta de Freguesia, Sandra Barros, faz um “balanço positivo por ter contribuído para a CulturSOL, ter ajudado de alguma forma os alunos da ETAP no âmbito das suas provas” e ter promovido “uma tarde de animação”.