Covid-19: Pombal com mais casos em pessoas acima dos 55 anos de idade

0
1564

Há três dias que não há alteração no número de casos de Covid-19 no concelho de Pombal, segundo revela a Autoridade de Saúde Pública, através da sua habitual nota informativa diária sobre a situação epidemiológica.


Às 10h00 desta quarta-feira (22 de Abril) mantém-se o registo de 61 casos confirmados, que inclui nove óbitos e 11 curados. No entanto, o número de pessoas em vigilância activa baixou para 35, comparativamente aos 41 contabilizados ontem.
Segundo a mesma Autoridade de Saúde Pública, dos 61 casos, 69% são mulheres, enquanto os homens representam 31% dos infectados. Já quanto à distribuição dos casos por idade, 37 têm acima dos 55 anos de idade, com o maior número (14) no escalão dos 75 aos 84 anos. Há o registo de 12 casos em pessoas com idades entre os 85 e os 94 anos, e dois casos em pessoas acima dos 95 anos de idade.
Nas idades mais jovens, o maior número de casos (13) atingiu pessoas com idades entre os 35 e os 34 anos, e nove entre os 45 e os 54 anos. Há um caso reportado a uma jovem entre os 18 e os 24 anos.
Quanto à distribuição dos casos por freguesia, a de Pombal lidera com 67%, correspondentes a 41 casos. A seguir a União de Freguesias de Guia de Ilha e Mata Mourisca com oito casos, e Louriçal com três. Almagreira, Meirinhas e Carriço têm reportados dois casos cada. Com um caso cada encontram-se as freguesias de Vila Cã, Vermoil e Carnide.
Ainda sem registo de casos confirmados estão as freguesias de Abiul, Pelariga, Redinha e União de Freguesias de Santiago, São Simão de Litém e Albergaria dos Doze.
No que diz respeito a óbitos, a Autoridade de Saúde Pública refere que os mesmos foram reportados às freguesias de Pombal (seis), Carriço, Guia e Meirinhas (um em cada). Cinco vítimas são cinco homens e duas mulheres com idades entre os 75 e os 84 anos, bem como um homem e uma mulher com mais de 85 anos.

Partilhar
Artigo anteriorMunicípio desafia comunidade a associar-se às comemorações do 25 de Abril
Próximo artigoETAP colabora na produção de hastes para viseiras e óculos de protecção
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.