Trail Running Pombal-Sicó convida a correr ou caminhar para ajudar os bombeiros

0
1134

Desporto e solidariedade voltam a ser os ingredientes principais do Trail Running Pombal-Sicó, que está de regresso a 24 de Abril. Co-organizada pelo município, os Bombeiros Voluntários e o Sporting Clube de Pombal, a prova desafia atletas e caminheiros a atravessar a Serra do Sicó, partindo à descoberta dos seus encantos e recantos. As inscrições podem ser feitas até dia 20 de Abril em lap2go.com, sendo que as receitas revertem na totalidade a favor da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Pombal.
Como já vem sendo habitual, o evento conta com três modalidades distintas: o trail longo “Rosa Albardeira” (32 quilómetros), o trail curto “Cidade de Pombal” (18 quilómetros) e a caminhada “Centenário do Sporting Clube de Pombal” (12 quilómetros).
“Este ano não vamos fazer um percurso circular, optámos por atravessar a serra começando na Redinha e acabando em Pombal”, revelou a vereadora Gina Domingues, sublinhando que o trajecto vai “passar por trilhos diferentes” das freguesias de Redinha, Pelariga, Vila Cã e Pombal.
Para isso, os participantes serão transportados de autocarro até ao local de partida, que será na aldeia dos Poios para o trail longo, em Pousadas Vedras para o trail curto e em Monte Vérigo para a caminhada. Já a meta será para todos os participantes na Ponte Dona Maria, em Pombal.
“Apoiar os Bombeiros Voluntários de Pombal” e dar “continuidade ao desenvolvimento sustentado do evento”, que tem vindo a “evoluir significativamente” de ano para ano, são alguns dos objectivos deste Trail Running, que tem contribuído para “promover e desenvolver a prática desta modalidade no nosso concelho”, mas também para dinamizar a organização de outros eventos de trail no território, assinalou Paulo Fernandes, coordenador do evento.
Além disso, com esta prova pretende-se igualmente “promover o concelho de Pombal” e “potenciar a prática do trail nos grupos informais existentes”, adiantou aquele responsável, referindo que actualmente há “cinco grupos de trail no nosso concelho com um total de 86 praticantes”.


A sétima edição deste evento é apadrinhada por Inês Marques, “uma das melhores atletas a nível nacional e campeã do Campeonato de Ultratrail”, e por Luís Mota, que “é um veterano do nosso calendário de trail e também muito conhecido”, frisou Paulo Fernandes, referindo que ambos têm promovido a prova.
“Neste momento, os inscritos são sobretudo da zona centro de Portugal”, mas “o nosso objectivo é expandir a prova a todo o país e também em termos internacionais”, disse ainda o coordenador do evento, acrescentando que “todas as equipas de Pombal já têm inscritos”. Todavia, é “o Grupo Alegre Unido da Bajouca [que] está no top das equipas com mais inscritos”.

TRAIL JÁ RENDEU 45 MIL EUROS AOS BOMBEIROS

O Trail Running Pombal-Sicó reverte 100% a favor dos Bombeiros Voluntários de Pombal, que este ano esperam ganhar perto de 10 mil euros com a prova. As edições anteriores rederam à corporação 45 mil euros, que foram aplicados na aquisição de equipamentos de protecção individual para os soldados da paz.
“Este ano estabelecemos um resultado positivo entre os oito e 10 mil euros, dependendo do valor dos patrocínios que conseguirmos angariar”, afirmou o presidente da direcção da Associação Humanitária, reconhecendo que “é uma altura complicada”, mas o envolvimento dos bombeiros “potencia um bocadinho mais a colaboração das empresas”.
O evento, que se realiza pela sétima vez, já rendeu aos bombeiros “cerca de 45 mil euros em seis edições”, o que “é um valor muito positivo”, admitiu Sérgio Gomes, que mais uma vez está empenhado em “potenciar ao máximo” o cariz solidário da prova.
“As receitas angariadas serão para a nossa gestão operacional”, informou aquele dirigente, salientando que “os últimos valores angariados serviram para comprar cerca de 60 equipamentos de protecção individual de combate a incêndios urbanos, que custaram cerca de 60 mil euros”.