Quadros de comando dos bombeiros apresentam demissão

0
2159

O comandante dos Bombeiros Voluntários de Pombal deverá apresentar hoje, ao início da noite, à direcção da associação humanitária, o pedido de demissão que lhe foi apresentado pelo segundo comandante, Paulo Albano e pelos dois adjuntos, Tiago Freire e João Carlos Santos.

Em causa estarão divergências com a direcção presidida por Rodrigues Marques que se têm arrastado desde há algum tempo, com o dedo apontado a várias “falhas de gestão”. Uma decisão saudada por parte de alguns elementos do corpo activo.

Confrontado com aquela instabilidade no quadro de comando, José Costa, comandante da corporação, reconheceu a existência de “algumas divergências” mas que “tem de haver capacidade de se resolver internamente”.

Recusando adiantar mais pormenores, o comandante, que é também comandante operacional municipal, apela ao “bom senso” para que bem da instituição centenária e tendo em conta os serviços que presta à população.

Por sua vez, o presidente da direcção, Rodrigues Marques, reafirma a sua indisponibilidade em fazer comentários com situações internas da instituição. Confrontado com o pedido de demissão dos elementos do comando, o presidente refere que “a direcção não tem conhecimento”.

O assunto deverá estar em cima da mesa da direcção que reúne, habitualmente, às quintas-feiras ao início da noite.

Recorde-se que, desde final do ano passado, que também têm sido tornados públicos alguns desentendimentos entre a direcção e o Sindicato Nacional dos Bombeiros Profissionais, tendo este anunciado, esta semana, a sua intenção de levar aquela associação humanitária ao tribunal por falta de cumprimento do Acordo de Empresa celebrado em 2011.

Orlando Cardoso