PS não aprova contratação de Teófilo Santos

0
981

Adelino Mendes considera que a Câmara Municipal de Pombal dispõe na sua Unidade Jurídica de “técnicos superiores especializados” para assegurar os serviços para os quais contrata o advogado Teófilo Santos. O vereador da oposição afirmou que os socialistas entendem que esta contratação em regime de avença “não é compreensível” e que “o recurso ao mero ajuste directo parece-nos insuficientemente fundamentado nesta proposta”, visto tratar-se de um convite “a uma única entidade que tem prestado serviço ao município”. Adelino Mendes defende que “seria desejável a consulta a outros advogados”. Diogo Mateus respondeu enaltecendo a confiança entre a autarquia e o advogado de Leiria, com o qual já foram gastos mais de 200 mil euros nos últimos quatro anos. Segundo o presidente da Câmara, trata-se de um “serviço jurídico que vai responder a todas as necessidades que o município tem”, pelo que apesar da abstenção do Partido Socialista, foi aprovada a contratação de Teófilo Santos para a prestação de serviços enquanto consultor jurídico nas áreas de Direito do Ordenamento do Território e do Urbanismo, Contra-Ordenacional e também para representar o município em juízo, por um período de dez meses e com o valor aproximado de 33.300 euros.