Pombaluz renovou instalações e abriu showroom para mostrar equipamentos

0
887

A Pombaluz comemorou 21 anos de actividade e inaugurou as recém-renovadas instalações, localizadas em Quinta Nova, freguesia de Pelariga. O modernizado espaço conta agora com um showroom que mostra equipamentos das áreas de electricidade, canalização e energias renováveis.

Tiago Cordeiro, Mário Jorge, Ana Palhais, Rui Silva (gerente), Henrique Santos e Jesualdo Bonfim constituem a equipa da Pombaluz

A Pombaluz alterou a fachada, remodelou o interior das suas instalações e construiu um showroom, onde os clientes podem ver os mais recentes equipamentos e tendências dos sectores da electricidade, canalização e energias renováveis.
O renovado espaço foi inaugurado na festa comemorativa dos 21 anos, que juntou os colaboradores, clientes, amigos e fornecedores.
A nova sala de exposição apresenta uma vasta variedade de equipamentos, nomeadamente de ar condicionado, renovação de ar, painéis fotovoltaicos e térmicos, bombas de calor, esquentadores, caldeiras a gás e aspiração central.
“Queremos que o cliente nos visite para conhecer os equipamentos com que trabalhamos”, disse Ana Palhais, colaboradora da empresa.
“O nosso objectivo é chegar ao maior leque possível de pessoas, por isso trabalhamos com todo o tipo de marcas, desde marcas topo de gama até às marcas mais económicas”, contou, adiantando que a empresa trabalha muito com o consumidor final, mas também faz a manutenção industrial de algumas empresas.
Mais recentemente, a Pombaluz fundou-se com a empresa Reparações & Companhia e estendeu a sua área de actuação para a renovação de todo o tipo de espaços, nomeadamente apartamentos e moradias. Para isso, conta com a parceria de um conjunto de subempreiteiros das mais variadas áreas.
Quanto ao futuro, a empresa pretende apostar nas energias renováveis, instalação de wallbox para carros eléctricos e substituição dos equipamentos mais antigos, como caldeiras a gasóleo, a pellets e a lenha por equipamentos mais eficientes.
De referir que a Pombaluz conta com uma equipa de seis colaboradores, mas precisa de contratar mais pessoas para compor o quadro de pessoal. Todavia, “é um grande desafio encontrar pessoal qualificado”, afirmou Ana Palhais, salientando que, “neste momento, a falta de mão-de-obra qualificada é uma das maiores lacunas”.

Carina Gonçalves | Jornalista

*Notícia publicada na edição impressa de 27 de Julho