JSD quer partilha de recursos entre associações

0
235

A Juventude Social Democrata (JSD) de Pombal apresentou, recentemente, no Conselho Municipal da Juventude, a proposta “Pombal Sharing”, que visa a criação de uma “plataforma para que as associações possam partilhar recursos, materiais ou outros, estabelecer parcerias e contactar entre si e coma comunidade”.
Para Nicolle Lourenço, presidente da estrutura partidária, “o tecido associativo é uma das maiores riquezas do nosso concelho. Potenciar o esforço e o trabalho que as várias associações desenvolvem, em várias áreas, em todas as freguesias, permitirá uma melhor gestão de recursos, uma maior articulação na programação e uma maior divulgação do trabalho que cada uma vai fazendo”.
“A JSD Pombal tem acompanhado e reconhecido o trabalho feito pelas associações juvenis, especialmente com os seus Roteiros da Juventude” e “com esta proposta, pretende melhorar as condições para as associações se desenvolverem e se darem a conhecer”, refere.
A apresentação em sede de Conselho Municipal da Juventude tem como objectivo “dar a conhecer a proposta às associações que ali são representadas e permitir que possam dar os seus contributos para o desenvolvimento da mesma”, acrescenta.

Partilhar
Artigo anteriorMédicos desconvocam greve no Centro de Saúde de Ansião
Próximo artigoFarmácia Nova da Vila dinamiza acção solidária
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.