Eleita pelo PCP pede “colocação urgente” de médico em Albergaria dos Doze

0
764

A eleita pelo PCP para a Assembleia de Freguesia de Santiago e S. Simão de Litém e Albergaria dos Doze, Maria José Anastácio, enviou uma carta ao Agrupamento de Centros de Saúde do Pinhal Litoral (ACES-PL) a solicitar a “colocação urgente e permanente de um médico” na extensão de saúde de Albergaria dos Doze, que está sem clínico desde meados de Outubro.

Numa carta dirigida à directora-executiva do ACES-PL, Delfina Carvalho, a eleita pelo PCP manifesta a sua “preocupação” pela falta de médico no posto de saúde de Albergaria dos Doze, que tem gerado um clima de “insatisfação e inquietação” junto da comunidade local.

Maria José Anastácio salienta que esta é a “segunda vez” que denuncia este “problema recorrente, de há vários anos, que os fregueses sentem não ter recebido, nem receber, a importância devida”.

Assim, a comunista apela à “imprescindível resposta urgente” do ACES-PL, dado que a maior parte da população de Albergaria dos Doze é “envelhecida e sem condições de mobilidade” para se deslocar facilmente ao único posto de saúde em actividade. Daí ser “necessário a colocação urgente e permanente de um médico nas instalações do Centro de Saúde de Albergaria dos Doze”.

Pelos mesmos motivos, Maria José Anastácio diz que “urge a reabertura do Centro de Saúde de São Simão de Litém”.

Além disso, defende que é preciso “informar a população sobre um plano de contingência na União de Freguesias que garanta a presença num dos centros de saúde, talvez rotativamente, de uma equipa médica”, que possa tratar “com a celeridade necessária” determinadas situações. Esta proposta visa colmatar “as limitações existentes nos hospitais afectos à nossa área de residência”, adianta.

Estas exigências “são exequíveis caso exista vontade política”, defende a eleita pelo PCP, evidenciando que, colocadas em prática, podem “evitar ou minimizar o desconforto causado aos utentes e seus familiares”.