Associação de Pais aplica “Atitude Positiva” a 440 alunos de Pombal

0
87

Patrick Mendes no momento em que recebeu o protocolo de colaboração

“Aumentar os níveis de competências sócio emocionais”, através da aplicação da metodologia “Atitude Positiva”, é um dos objectivos da Associação de Pais de Pombal (APP) ao desenvolver um projecto Academias Gulbenkian do Conhecimento. A associação recebeu o respectivo protocolo de colaboração, no passado dia 7, numa cerimónia realizada na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.
A APP, presidida por Patrick Mendes, refere que o projecto esta a incidir sobre cerca de 440 adolescentes, dos 12 aos 16 anos, estudantes dos 7º e 8º anos, do Agrupamento de Escolas de Pombal, de modo a “torna-los mais capazes de enfrentar positivamente um futuro em rápida mudança.”
“O Atitude Positiva será aplicado em meio escolar e em horário lectivo, por um psicólogo, a todos os alunos da turma, na presença do director de turma”, refere, frisando que “a natureza costumizável, de curta duração (13 sessões) da metodologia, optimiza a relação custo-benefício.”
“Para avaliação do impacto do programa opta-se por um desenho quase-experimental, com recurso a grupo de intervenção e de controlo, e com aplicação de instrumentos de avaliação (auto e heterorelato) em três momentos: pré, pós-intervenção e follow up (seis meses)”, adianta, explicando que “em cada ano serão seleccionadas as turmas para intervenção, após ouvida a direcção do agrupamento.”
Para a associação, o projecto será bem-sucedido se no final os alunos apresentarem melhorias significativas nas competências seleccionadas, em comparação com o grupo de controlo.”
Para a concretização do programa, a APP conta com a parceria do Agrupamento de Escolas de Pombal e da Câmara Municipal de Pombal.
As Academias Gulbenkian do Conhecimento “visam preparar crianças e jovens para as mudanças, a incerteza e a diversidade, promovendo competências cognitivas, sociais e emocionais fundamentais para lidar com problemas complexos, para ampliar oportunidades de realização pessoal e profissional”, salienta.

Partilhar
Artigo anteriorPortefólio do Restaurante Vintage está mais doce
Próximo artigoJovem pombalense (en)canta no ‘The Voice Portugal’
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.