Agrupamentos vão “gerir” ano escolar com mais de 5.200 alunos

0
1734

A partir do dia 15 de Setembro, milhares de alunos irão ser os protagonistas de um novo ano lectivo. Muitos entrarão, pela primeira vez, numa sala de aula, enquanto muitos outros regressam à escola.

secundaria
O maior número de alunos está concentrado no Agrupamento Escolas de Pombal

Os três agrupamentos de escolas de Pombal contabilizaram 5.215 alunos matriculados para o próximo ano lectivo, distribuídos pelos diversos níveis de escolaridade. O maior número de alunos (2.800) irá frequentar as diversas escolas abrangidas pelo Agrupamento de Escolas de Pombal. Já o Agrupamento Gualdim Pais regista 1.387 matrículas, enquanto o Agrupamento de Escolas da Guia contabiliza 1.028 alunos matriculados.

Fernando Mota, director do Agrupamento de Pombal, realça que a instituição assegura, ainda, “os serviços de intervenção precoce na infância, educação especial, apoio educativo, serviços de psicologia e orientação profissional, terapia da fala e gabinete de acompanhamento ao aluno e à família”.

Por outro lado, nas instalações da Escola Secundária de Pombal funciona o Centro para a Qualificação e o Ensino Profissional (CQEP), “que é uma estrutura do Sistema Nacional de Qualificações e assume um papel determinante na construção de pontes entre os mundos da educação, da formação e do emprego, numa perspectiva de aprendizagem ao longo da vida”, refere, adiantando que o CQEP “encontra-se igualmente vocacionado para dar resposta aos cidadãos com deficiência e incapacidade, com o intuito de assegurar a sua integração na vida activa e profissional”.

Fernando Mota sublinha que o Agrupamento aposta “na garantia da qualidade da educação e na criação de condições de aprendizagem em ambiente propício e seguro tendo em vista, a melhoria dos resultados e o desenvolvimento integral do aluno”. “Contamos com a prestimosa colaboração dos encarregados de educação no acompanhamento dos seus educandos, da associação de pais, bem como com as entidades parceiras na educação, concretamente a Câmara Municipal e juntas de freguesia, fundamentais no desenvolvimento das Componentes Social e de Apoio à Família”.

No Agrupamento de Escolas da Guia, o ano lectivo terá arranque no dia 13 com as diversas recepções de alunos e encarregados de educação. Já as actividades lectivas terão início no dia 15.

Para António Duarte, director do Agrupamento, as maiores dificuldades verificam-se ao nível dos recursos humanos para as escolas do 1º Ciclo, ao nível de assistentes operacionais. “Uma situação já exposta junto da DGEstE”, afirma.

Por outro lado, o docente refere que o Agrupamento da Guia continuará a apostar em projectos pedagógicos, agora contextualizados no PNPSE – PAE.

Orlando Cardoso