Agricultura é sector com futuro

0
808

Diamantino Leal diz que a organização da conferência tem por base a cumplicidade que desde sempre existiu entre o grupo financeiro e o sector primário. O presidente do Conselho de Administração da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Pombal chama a atenção para a necessidade de revalorização de uma área que tem sido menosprezada nos últimos tempos e que, no seu entender, tem futuro na região.

O Desenvolvimento e Sustentabilidade do Sector Agrícola, Alimentar e Florestal no Contexto do Novo Quadro Comunitário de Apoio para o período 2014/2020 é o tema da conferência que o Crédito Agrícola organiza hoje, dia 09, pelas 15h00, no Teatro-Cine de Pombal. Uma iniciativa para a qual o grupo financeiro conta com a parceria da Federação Nacional das Caixas de Crédito Agrícola Mútuo (FENACAM) e da Confederação Nacional das Cooperativas e de Crédito Agrícola de Portugal (CONFAGRI).
O objectivo principal, explica Diamantino Leal, “é dar a conhecer os apoios comunitários para o sector, do novo quadro comunitário, que se vai iniciar”. O presidente do Conselho de Administração da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Pombal (CCAMP) sublinha, no entanto, que “para o período 2014/2020, essa informação poderá ser crítica, pois permitirá que, atempadamente, empresários e outros empreendedores, possam recorrer a um meio extraordinariamente importante para viabilizar projectos que tenham em carteira”. Dessa forma, acrescenta Diamantino Leal, “criar-se-á riqueza, emprego e bem-estar social”.
Por outro lado, “o sector agrícola foi, de certa forma, menosprezado nos últimos tempos”, refere, “pelo que há que fazer um trabalho continuado de revalorização e sensibilização para a sua importância estratégica, e com alguma ênfase junto dos jovens agricultores”.
E que expectativas é possível criar relativamente à conferência? A obtenção de “um conjunto de informação extraordinariamente útil para a tomada de decisão futura”, esclarece aquele responsável, que, neste ponto, destaca a experiência e saber dos palestrantes nas matérias que irão ser abordadas. Um argumento perante o qual Diamantino Leal se mostra convicto de que “o público sairá muito mais esclarecido e conhecedor”.

Conferência é gratuita e destina-se a empresários, agricultores, produtores, entidades do sector e público em geral.