Meirinhas serve favas em festival com novos ‘ingredientes’

0
295

A segunda edição do Festival da Fava vem com um programa enriquecido: uma caminhada (gratuita) e um showcooking. Mesmo que não seja apreciador da leguminosa, há muitos motivos para visitar o certame que se quer afirmar como referência gastronómica na região. Deverão ser servidos mais de 1.200kg de favas ao longo de três dias.

Quando falamos de favas, os sentimentos deixam pouco espaço para ambiguidades: ou se gosta ou se detesta. Entre os que são grandes apreciadores e aqueles que resvalam pelo meio-termo, a verdade é que, nesta altura do ano, a leguminosa, com maturação em Maio, ganha protagonismo à mesa dos apreciadores. E é a pensar neles que vem aí a segunda edição do Festival da Fava, organizado pela Junta de Freguesia das Meirinhas que, nesta missão, conta com o apoio das colectividades locais.
Depois do êxito no ano de estreia, o evento renovou a ‘roupagem’ e traz algumas novidades para a segunda edição. Nos próximos dias 3, 4 e 5 de Maio, na tenda gigante instalada junto ao salão das colectividades, a fava serve-se com sabor a tradição, preparada pelas associações da freguesia. Mas mesmo que não seja grande apreciador da leguminosa, há motivos de sobra para visitar o certame. “O evento tem boas novidades”, começa por dizer Virgílio Lopes. Entre elas está o showcooking “Fava e Chocolate”, dinamizado pelo meirinhense Flávio Silva, o jovem que apadrinha o segundo Festival da Fava e que se tem distinguido no mundo da gastronomia, ao ponto de ter sido recentemente nomeado para Chef Cozinheiro do Ano 2019.
Também pela primeira vez, o certame vai aliar a gastronomia à actividade física com a realização do Trilho da Fava que, como o próprio nome sugere, “dará a conhecer os campos e favais das Meirinhas”, adianta o presidente da Junta de Freguesia.
À vontade de fazer deste um evento de referência na região não é indiferente o papel das colectividades locais. Virgílio Lopes reconhece a importância desta parceria para afirmar e cimentar a identidade do festival, assumindo que “o esforço da freguesia é novamente acompanhado pela APA – Associação de Pais de Meirinhas, pela Associação Recreativa de Meirinhas, pela Associação Lar da Felicidade e pelo Grupo Sócio-Caritativo de Meirinhas. “Estamos a construir uma freguesia cada vez mais dinâmica e é com muita esperança que vemos novamente as colectividades unidas a realizar este festival”, afirma o autarca.

Mais de 5000m2 de favas
Ainda que as associações sejam peças centrais na afirmação do certame, a autarquia quis ir mais longe e, já em 2018, desafiou os pequenos agricultores a semearem favas para serem servidas no festival, dando assim maior amplitude ao envolvimento da comunidade e contribuindo para a dinamização da economia local. A ideia foi de tal forma bem acolhida que permitirá à Junta adquirir, a estes pequenos produtores, cerca de 1.200kg de favas, que serão confeccionados no evento. “Esperamos que esta ideia continue a crescer e que o Festival da Fava se possa posicionar como um local para se consumir deliciosos pratos de favas, mas que também possa ser um mercado de venda de favas”, adianta Virgílio Lopes.

Animação e expositores
Nem só de comida se faz esta edição do Festival da Fava. Tal como no ano de estreia, há um programa de animação diversificado, onde há espaço para a dança, cantares, concertinas, folclore, baile e música pop. A estes juntam-se os expositores de artesanato e produtos regionais, “num número superior ao ano transacto”, revela o presidente da Junta.
“ O Festival da Fava é uma marca registada da Freguesia de Meirinhas e é um certame com grande margem de progressão e que, de ano para ano, vai continuar a inovar quer em termos de cartaz, quer em termos de gastronomia”, conclui Virgílio Lopes.

PROGRAMA
SEXTA-FEIRA, 3 de Maio
19h00 – Abertura do 2º Festival da Fava
20h00 – Actuação do Grupo de Cantares de Meirinhas
21h30 – Actuação “Spice Boys”

SÁBADO, 4 de Maio
11h30 – Abertura do recinto
13h00 – Demonstração do Grupo de Ginástica Sénior de Meirinhas
13h30 – Actuação do “Rancho Infantil Pedrinhas do Sicó”
14h30 – Demonstração da “Escola de Dança Adriana Jaulino”
16h00 – Show Cooking “Fava e Chocolate” com o chef Flávio Silva
20h00 – Actuação “Cajados de Litém”
21h00 – Actuação “Semibreves”
22h00 – Baile com “Netos d’Avó”.

DOMINGO, 5 de Maio
09h00 – Caminhada “Trilhos da Fava” | 8km (inscrições grátis)
11h00 – Abertura do recinto
12h45 – Arruada e actuação da “Escola de Concertinas e Acordeão Carlos Barbosa”
14h00 – Actuação da “Escola de Dança Adriana Jaulino”
17h00 – Encerramento do Festival da Fava 2019