Nuno Osório lidera equipa de elite

0
1046

Actualmente no comando dos Bombeiros Municipais da Figueira da Foz, Nuno Osório acompanhou dupla que participou no campeonato do Mundo de Trauma, no Reino Unido. Grupo está entre os melhores a nível mundial.

Uma dupla dos Bombeiros Municipais da Figueira da Foz partiu no dia 08 deste mês para o Reino Unido com uma missão muito concreta: disputar a final do Campeonato do Mundo de Trauma que ali decorreu até dia 13. Na bagagem, Wilson Gomes e Orlando Ribeiro levaram a imensa dose de profissionalismo com que abraçam a profissão, mas também “um gosto enorme pela emergência pré-hospitalar, que alavancam na entrega”, conta Nuno Osório, o homem que comanda a corporação e que se juntou aos dois bombeiros nesta viagem, custeada pela Câmara Municipal da Figueira da Foz, com o objectivo de participar na UK Fire Service Collage. O antigo Comandante Operacional Municipal de Pombal refere-se a ambos como uma “dupla de elite”, o que traduz a “grande evolução dos Bombeiros Portugueses nos últimos anos”.

De terras de sua majestade, o grupo trouxe não apenas a conquista do 9º lugar, colocando a equipa no top 10 a nível mundial, mas também uma mão cheia de experiências enriquecedoras e a oportunidade de contactar com colegas de vários pontos do mundo. Nesse mapa couberam países como a Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, República Checa, Chile, Colômbia, França, Gana, Luxemburgo, Holanda, Paraguai, República da Irlanda, Qatar, Roménia, Espanha, Suécia, Suíça, Venezuela, Reino Unido e Estados Unidos da América.

“Para nós, o objectivo foi claramente cumprido”, assegura Nuno Osório. “Como rookies na prova, o desempenho não podia ter sido melhor e esperamos apurar para o próximo campeonato do mundo não só a equipa de trauma como a equipa de desencarceramento”, revela o comandante. O próximo campeonato do mundo será em Lisboa, uma vez que Portugal ganhou a candidatura.

Dupla com provas dadas

Mas esta não foi a primeira ‘prova de fogo’ da dupla. Em Junho deste ano, Wilson Gomes e Orlando Ribeiro já tinham conquistado o título nacional em Leiria, depois de uma primeira prova de preparação disputada em Minde, “tendo sido a única equipa do distrito de Coimbra a participar nesta prova”, conta Nuno Osório. “Uma outra equipa, também dos Bombeiros Municipais da Figueira da Foz, no mesmo período, classificou-se em 3.º lugar no Campeonato Nacional de Desencarceramento, ficando a escassos pontos de ir ao mundial, o que não deixa de ser um feito notável para a corporação e que mostra bem a dedicação e a alta preparação dos seus elementos”, sublinha aquele responsável.

Investimento na formação

Os resultados obtidos não surpreendem quem está ligado à corporação. “Este comando, quando assumiu funções, levou na sua carta de missão um grande investimento na formação”, recorda Nuno Osório. “E nos quatro quadrantes: incêndios em espaços naturais, incêndios estruturais, desencarceramento e socorrismo, entre outras áreas”, explica o ex-Comandante Operacional Municipal de Pombal.

“Temos uma equipa ligeira de busca e salvamento em estruturas colapsadas que, muito em breve, esperamos ver reconhecida pela Autoridade Nacional de Protecção Civil”, adianta ainda Nuno Osório para quem “esta dinâmica de trabalho só é possível pela entrega dos meus camaradas”. O comando, como o próprio diz, “é um mero mediador de condições para os objectivos”.