Câmara de Pombal divulga plano de contingência com restrições para o público

0
3496

A Câmara Municipal de Pombal divulgou esta quinta-feira (12 de Março) o seu Plano de Contingência Interno que pretende “providenciar uma adequada gestão do impacto de uma eventual epidemia de COVID-19 nas actividades e serviços que o município assegura e nos seus colaboradores”.
O documento “apresenta as orientações estratégicas para a sua implementação na estrutura interna” da Câmara Municipal e tem como objectivos “salvaguardar a saúde e a vida das pessoas, reduzindo o risco de contaminação nos locais de trabalho, mediante a contenção e minimização das condições de propagação do vírus nas instalações; fazer face à eventual diminuição do número de trabalhadores, decorrentes da adopção de medidas de contenção ou propagação generalizada da doença, e garantir, tanto possível, a operacionalidade dos serviços, em particular daqueles que desenvolvem tarefas essenciais, mediante a preparação de uma resposta operacional adequada”.
“Definir a estrutura de decisão e de coordenação, incluindo a criação de uma Equipa de Gestão do Plano de Contingência, com vista a adoptar e implementar as orientações emanadas da DGS [Direcção-Geral da Saúde]” e “preparar a resposta às necessidades de comunicação interna e externa referente à infecção pelo novo coronavírus”, são outros dos objectivos.
De entre as “medidas de prevenção, controlo e vigilância sobre o COVID-19”, o plano prevê a implementação imediata de “restringir o atendimento ao público, no balcão de atendimento de águas (edifício Manuel Henriques) a duas pessoas de cada vez, esperando as demais no exterior das instalações”, “restringir o atendimento ao público (e em espera) em ambos os balcões do Fórum Munícipe a dois munícipes por cada trabalhador em trabalho de atendimento, esperando os demais munícipes no átrio do respectivo edifício”, assim como na Loja do Cidadão, incluindo “senhas para os serviços do IEFP e da Segurança Social”.
Na área do desporto, “durante a realização dos treinos e aulas nas diversas instalações municipais, o acesso será reservado apenas a atletas, treinadores e dirigentes” e nas piscinas municipais “o acesso dos acompanhantes será restrita apenas ao acompanhamento da criança ao balneário”. “A suspensão imediata das aulas de natação para bebés com acompanhante, aulas de hidroterapia, na Universidade Sénior de Pombal e da Associação Alzheimer Portugal, nas piscinas municipais, por envolverem populações de risco acrescido” é outra das medidas implementadas.
No âmbito da cultura, são “canceladas todas as actividades do Festival de Teatro, na cidade e nas freguesias” e canceladas “as cedências do teatro-cine, do auditório municipal e do Celeiro do Marquês a entidades externas”.
O município restringe, ainda, o acesso aos postos de atendimento do Castelo e do Arquivo Municipal a uma pessoa de cada vez, e impede o acesso à Torre de Menagem do Castelo, enquanto as visitas aos museus municipais estão limitadas a dez pessoas em simultâneo.
Quanto aos veículos Pombus, o plano de contingência determina a “limpeza do autocarro no final de cada viagem” e disponibiliza “máscaras no autocarro”, e encerra a sala de espera da Central de Camionagem.

Partilhar
Artigo anteriorCovid-19: Junta de Pombal cancela iniciativas programadas
Próximo artigoO PERFUME DA SERPENTÁRIA | O capote dos cretinos*
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.