Cavaleiros do Oeste com novo impulso

0
954

A Associação Cavaleiros do Oeste nasceu há 20 anos, e ao longo deste tempo sempre sonhou em ter um espaço próprio. Apesar de não ser propriedade da instituição, finalmente conseguiu um espaço que funcione enquanto sede.

No passado dia 8 de Fevereiro, como é habitual no início de cada ano, a Associação Cavaleiros do Oeste ofereceu um almoço convívio aos sócios, naquela que foi a primeira iniciativa no espaço cedido por um privado, junto ao local onde se realiza a Feira dos 10, na Guia. Desde que a nova direcção tomou posse, há cerca de nove meses, que entrou em conversações com o proprietário deste espaço, estando a utilizá-lo há pouco mais de um mês como sua sede. Agora, a prioridade passa por realizar algumas obras, nomeadamente a construção de um bar e de um picadeiro.

“A partir de agora é que vamos começar a trabalhar, porque sem termos os espaço, não podíamos falar com as escolas, por exemplo”, referiu Dário Correia, presidente da direcção, acrescentando que concretizada esta primeira etapa, o próximo passo será a aquisição de um carro para transportar os cavalos. “A nossa próxima aposta é num veículo”, revela Dário Correia, afirmando que apesar de a associação não ter dinheiro no imediato para fazer esse investimento, pondera realizar iniciativas que contribuam para esse propósito.

Ideias e projectos não faltam, é essa a garantia dada pelos directores, mas sem deixarem de notar algum receio, porque, para todos os efeitos, o espaço não é propriedade da associação. O próprio presidente da câmara municipal alertou para a necessidade de maior segurança quanto ao futuro da utilização daquele espaço, mostrando a disponibilidade da autarquia para apoiar a prática de novas modalidades, indo ao encontro daquele que também é um dos intuitos futuros da associação, a própria escola e prática de equitação.

Actualmente, a Associação Cavaleiros do Oeste tem 70 sócios activos, oriundos de vários pontos do concelho de Pombal e de concelhos limítrofes.

Ana de Jesus

Notícia publicada na edição n.º 50, de 19 de Fevereiro