Polícia Judiciária deteve suspeitos do roubo à agência Banif

0
1483

A Polícia Judiciária deteve os dois homens suspeitos de terem assaltado a agência Banif de Pombal (hoje Santander Totta), na manhã do dia 11 de Dezembro do ano passado. Tratam-se de dois indivíduos, de 34 e 35 anos, de nacionalidade brasileira, e que ficaram em prisão preventiva decretada pelo juiz de instrução criminal.

Segundo um comunicado da PJ, os suspeitos foram detidos no âmbito de uma investigação dirigida pelo Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Leiria, que contou com a colaboração da GNR de Rio Maior.

Para além do assalto em Pombal, os dois homens estão indiciados por outros assaltos ocorridos em agências bancárias, com recurso a uma réplica de arma de fogo, nomeadamente em Buarcos, Murtede, Cantanhede, Torres Vedras, Valadares, Golegã, Leiria, Vila Nova da Barquinha e A-dos-Francos”.

Na passada semana, a rápida intervenção da GNR de Rio Maior, que tinha sido alertada para a presença de um suspeito no interior de uma agência bancária, permitiu a sua detenção, em flagrante delito, na posse de uma arma de fogo e de um veículo com matrículas falsas.

“No seguimento da investigação, que já vinha sendo desenvolvida pela PJ desde o final do ano passado, foi possível apurar que o suspeito usava identidade falsa, já tinha sido condenado a pena de prisão e expulso do nosso país”, refere o comunicado. Nas diligências realizadas, a PJ apreendeu aos suspeitos uma réplica de arma de fogo, uma quantidade significativa de dinheiro em notas, alguns disfarces, nomeadamente barbas e cabeleiras postiças, e diversa documentação relacionada com os crimes praticados.

Orlando Cardoso

Notícia publicada na Edição nº82, de 26 de Maio