Magia do Natal dá brilho à cidade

0
599

Durante o mês de Dezembro Pombal veste-se de cor, de luz e de efeitos festivos para celebrar o Natal. O objectivo é assinalar mais uma época natalícia e mostrar aos moradores e aos visitantes da cidade o que de melhor Pombal tem para oferecer. Os festejos iniciaram a 5 de Dezembro e prolongam-se até 6 de Janeiro.

Os custos estimados dos festejos de Natal estão na ordem dos “17 mil euros, financiados através de candidaturas”, assegurou o presidente da Câmara Municipal de Pombal. Este valor é superior em 7 mil euros, comparativamente ao orçamento para o ano passado, que rondou os 10 mil euros. A justificação está no facto de estarem previstas mais actividades, durante mais tempo, e por estarem envolvidas mais entidades.

A cidade vai contar com 34 actividades que vão animar os próximos “30 dias, todas elas desenvolvidas pelas colectividades do concelho”, assinalou o presidente da Câmara Municipal de Pombal (CMP), Diogo Mateus, em conferência de imprensa, no passado dia 26 de Novembro.

Entre as novidades deste ano conta-se o prolongamento, de dois para três dias, do Mercado de Natal, nos dias 7, 14 e 21, no Mercado Municipal (zona dos agricultores). De acordo com o autarca, conta com uma “enorme adesão dos parceiros e das entidades que vêm pontualmente dar o seu contributo pela forma como vamos viver o Natal”.

Há música para ouvir e exposições para desfrutar

Na próxima sexta-feira, dia 12, pelas 15 horas, o GADILUS, um grupo de música medieval e tradicional, vai fazer uma arruada pela cidade.

“Queria sublinhar a oportunidade de ouvirmos pela primeira vez em Pombal, o primeiro concerto, por ocasião dos 90 anos da Filarmónica da Ilha, a pombalense Sara Carneiro e o Grupo ADLIB, e o seu quarteto de cordas, que no dia 13 de Dezembro, actuará na igreja do Cardal”, pelas 21h30, mencionou ainda Diogo Mateus.

Também Daniel Reis Music vai presentear os pombalenses com um espectáculo no dia 20 de Dezembro. “O Art’Encena Teatro, que trata de um espectáculo de música e fogo no mesmo dia”, acrescentou o presidente da CMP. “Todas as filarmónicas do concelho, a Fanfarra dos Bombeiros, a Associação de Vespas, os Motards vão marcar presença nos eventos”.

Os Romanos estão de volta à cidade de Pombal no fim-de-semana de 13 e 14. O acampamento e os jogos romanos vão ter lugar no Jardim do Cardal. Vai haver também Música Medieval e um Cortejo Romano em alguns locais da cidade, como na Avenida dos Heróis do Ultramar, na Rua Prof. Gonçalves Figueira e no Mercado dos Agricultores.

As exposições também são um presente novo com que contará a cidade, os pombalenses e os visitantes. São “duas exposições com características diferentes: a primeira, intitulada “Os Sorrisos do Menino Jesus”, no Museu Municipal, e a segunda, “Os Expostos do Concelho de Pombal”, que será apresentada no Arquivo Municipal, na Praça Marquês de Pombal”.

Pombal enche-se de luz e de cor

Quanto às decorações, “foram desafiadas as escolas e as IPSS para nos ajudarem nas decorações da ruas da nossa cidade, mas também desafiámos os comerciantes a desenvolverem algumas actividades para que se envolvessem mais no conjunto do esforço e de município para que as ruas tenham outro aspecto”, explicou Diogo Mateus. Sinos, bolas e presentes são alguns dos elementos decorativos das ruas. “Cinco conjuntos de duendes com 1.60 metros que serão distribuídos em diferentes pontos da cidade, como o Largo do Cardal, em frente ao Tribunal, no Largo do Pelourinho, no Teatro-Cine e junto ao Centro de Saúde”, são outras das novidades decorativas.

Também há Bonecos de Neve em madeira, “que vão pontuar a cidade, em frente ao edifício Manuel Henriques, junto à Farmácia Paiva no Cardal. São oportunidades decorativas que desenvolvemos de forma económica e acrescem a outros elementos já existentes”, sublinhou o presidente.

A iluminação de Natal mantém-se nas ruas habituais, “na zona histórica, na Avenida Heróis do Ultramar, na Rua Professor Gonçalves Figueira”. Há também “animação de rua, com um boneco de neve, com uma rena e um Pai-Natal”.

Tradição mantém-se

“O concurso de árvores de Natal, que era feito com presépios, é agora com árvores de Natal. Já há 40 escolas e IPSS a participarem”, afirmou Diogo Mateus. Estas árvores estão em diversos pontos da cidade.

Os comerciantes foram desafiados a colaborar. “Mantém-se em articulação com a Associação Comercial e Serviços de Pombal, a decoração de montras, com 40 lojas aderentes. Esta decoração é desenvolvida com as IPSS, com as escolas e com os próprios lojistas.” Neste trabalho colectivo estão envolvidas centenas de pessoas.

Estão envolvidas várias entidades, com a colaboração de instituições com a AdilPOM, o Programa Pró-Verde e o Projecto Vila Sicó.

Também a Junta de Freguesia, de acordo com Nascimento Lopes, faz parte dos eventos e das boas iniciativas para os pombalenses e para os que se vão dirigir à cidade. “A nossa colaboração é em função das nossas capacidades, vamos suportar os custos parcialmente deste evento que estão bastante bem delineados. Seria bom que não só os pombalenses como os habitantes do concelho aderissem ao evento.”

Os custos estimados são na ordem dos “17 mil euros financiados através de candidaturas”, assegurou o presidente da CMP. No ano passado foram à volta dos 10 mil euros. “Este ano fazemos mais, evolvemos mais recursos e mais entidades, fazendo mais actividades, este ano são 34, ao contrário do ano passado que não chegaram a dez”, justificou.

O evento vai terminar no dia 6 de Janeiro com a entrega de prémios de montras e sorteio de Natal da ACSP, que vai ter lugar nos Claustros dos Paços do Concelho. A música também tem lugar no fim do evento, com o “canto das janeiras pela Tuna da Universidade Sénior de Pombal” e “um concerto de Ano Novo, com o Coimbra Gospel Choir que actuará na Igreja do Cardal. A articulação com a nossa paróquia é essencial para este trabalho que aqui temos estabelecido”, concluiu Diogo Mateus.

Ana Isabel Mendes