HIC ET NUNC | Bons políticos e honestos cidadãos

0
600

Termina em breve o mandato da atual Comissão Política Concelhia do CDS-PP de Pombal, estando já em curso o processo de elaboração de listas candidatas. Nos últimos 2 anos de envolvimento, vimo-nos desafiados pela participação ativa em 3 processos eleitorais: presidenciais, legislativas e autárquicas. Tarefas complexas pela organização que exigem, mas muito gratificantes sobretudo pelos momentos de aprendizagem. Apesar dos resultados não terem sido os desejados, valeu pela mobilização das pessoas que fomos conquistando e pela luta incessante na defesa dos interesses dos cidadãos. Em momento de encerramento de mais uma etapa, importa agradecer a todos aqueles que participaram e aos Pombalenses que depositaram no CDS-PP o seu voto. Queremos continuar merecedores da confiança dos eleitores e por isso mesmo continuaremos a trabalhar com os nossos sucessores.
O nosso objetivo é continuar a responder aos Pombalenses com honestidade, competência, rigor e humildade. Boas pessoas terão sempre a possibilidade de ser bons profissionais. Já as pessoas menos boas, jamais poderão ser também bons profissionais. Porque por mais que nos tentem iludir, as relações humanas assentes na empatia devem sempre nortear a nossa ação enquanto políticos. Não vale tudo.
E a nossa voz continua a mostrar-se relevante, não só no contexto nacional em relação ao pântano político em que o atual Governo se colocou, mas sobretudo no nosso território.
Desde a preocupação com os Cuidados de Saúde Primários e a falta de Médicos de Família à Classificação da Serra de Sicó como Património Natural, a segurança rodoviária, a promoção do Desporto, a manutenção dos espaços verdes do território em oposição à degradação contínua, a questão da ETAR e a gestão dos recursos hídricos… os parques de lazer e os ridículos centros escolares de milhões que não servem as populações… os jardins que se transformam em praças… a incapacidade em acolher e fixar população de que tanto precisamos… Pombal continua a marcar passo, com acentuado desprezo por quem pensa diferente, incapaz de gerar sinergias com muitos dos cidadãos que se apresentam proativos, com ideias diferenciadoras e projetos para valorizar o nosso território. E isso espelha-se até mesmo onde deveria ocorrer a expressão máxima da democracia em Pombal, a Assembleia Municipal, onde tristemente na última sessão se escutou que “o CDS tenta entrar pela janela já que não conseguiu entrar pela porta” … Na verdade, o CDS-PP entrará sempre que os interesses dos cidadãos não estejam a ser respeitados, o CDS-PP entrará sempre para bem da população, porque o CDS-PP é isso mesmo, é um partido de pessoas que se preocupam com os outros, acima de egos, de disputas, de faltas de respeito. Continua-se a “dividir para reinar”. Mas, mesmo frágil e sem representação em vários órgãos, o CDS-PP continua a não esquecer aqueles que confiam em nós e que connosco partilham as suas dificuldades, as quais muitas vezes outros não quiseram escutar. E é neste espírito genuíno de partilha e de entreajuda que as equipas se fortalecem. Que a próxima liderança do CDS-PP de Pombal seja ainda mais forte!

#Queremosresponderaospombalenses
Liliana Silva
Presidente da Comissão Política Concelhia do CDS-PP de Pombal