Director da Cardiologia de Leiria com destaque a nível europeu

0
1720

O director do Serviço de Cardiologia do Centro Hospitalar de Leiria (CHL), João Morais, foi nomeado presidente do Grupo de Trabalho para o Estudo Trombose da Sociedade Europeia de Cardiologia. Uma posição de destaque que o médico encara com orgulho: “Foi um ano particularmente rico em termos pessoais, com alguns títulos e distinções de que muito me orgulho, mas esta é, seguramente, aquela mais prestigiante e que maior visibilidade trará a nível europeu, já que muito poucos portugueses ocuparam esta posição nas últimas três décadas”, refere.

João Morais, que é co-autor de mais de 250 trabalhos científicos em revistas da especialidade, afirmou ainda que “a experiência do Hospital de Santo André, hoje Centro Hospitalar de Leiria, pode constituir um bom exemplo de como se pode fazer bem, muitas vezes sem as condições ideais para tal”. Para o médico cardiologista, “o serviço de Cardiologia do CHL [que dirige desde 2001] tem registado, ao longo dos últimos anos, profundos melhoramentos neste domínio com a introdução de tecnologia de ponta”.

Como director da Cardiologia do CHL, João Morais coordena a Unidade de Hemodinâmica e Intervenção Cardiovascular, a mais recente e avançada a funcionar em Portugal. Um serviço que dispõe de um equipamento de imagem e equipamentos de avaliação cardíaca que permitem a intervenção em duas áreas distintas, o chamado cateterismo cardíaco, quer para diagnóstico quer para terapêutica, e a área de implantação de dispositivos para tratamento de arritmias, os chamados pacemakers.

Esclarece o CHL, em nota de imprensa, que a criação desta nova unidade veio optimizar o tratamento dos doentes com enfarte agudo do miocárdio, permitindo inserir aquele centro hospitalar na rede de referenciação para tratamento desta situação, desenvolvendo a Via Verde Coronária e, desse modo, tratando localmente e em tempo útil todos os doentes da região. Em finais de 2010 foi inaugurada a Unidade de Cuidados Intensivos Cardíacos, onde são assegurados o tratamento e a vigilância dos doentes de mais alto risco, em especial os doentes com enfarte agudo do miocárdio.

A nomeação é encarada pelo presidente do Conselho de Administração do CHL, Hélder Roque, como “mais um merecido reconhecimento do brilhante trabalho do Dr. João Morais, cuja competência profissional e qualidades pessoais, aliadas à sua invulgar capacidade de trabalho, têm contribuído indelevelmente para a afirmação do CHL”.