“Alvaiázere Capital do Chícharo” realiza-se em formato digital

0
770

O habitual mercado de produtos regionais, integrado no evento “Alvaiázere Capítal do Chícharo”, não se realiza, este ano, nos moldes tradicionais.
Devido à actual situação pandémica, o Município de Alvaiázere, em parceria com os CTT – Correios de Portugal e o Dott, decidiu manter a iniciativa, mas em formato digital, possibilitando a compra de chícharo e de outros produtos característicos daquele território.
A feira digital arranca esta quinta-feira, dia 5, e prolonga-se até 5 de Dezembro. Através da plataforma Dott, o maior shopping online do país, será possível adquirir os produtos que compõem o cabaz regional: mel, azeite, doçaria, enchidos, vinhos “Terras de Sicó”, biscoitos, ervas aromáticas, frutos secos, licor de chícharo e, como não podia deixar de ser, chícharo, a leguminosa que dá nome ao evento.
Segundo a autarquia presidida por Célia Marques, basta para isso aceder à feira digital “Alvaiázere Capital do Chícharo”, em www.dott.pt, ficando os CTT responsáveis pelo processo de logística e distribuição dos produtos.
“Esta iniciativa pretende não só promover o evento “Alvaiázere Capital do Chícharo” e o concelho de Alvaiázere, seduzindo os portugueses a visitarem o concelho e as próximas edições do certame, assim que as circunstâncias da pandemia o permitam, mas também apoiar os produtores locais, encontrando novos canais para o escoamento das respectivas produções”, refere uma nota de imprensa.
De forma a minimizar os efeitos negativos que a pandemia tem provocado ao nível das vendas, a autarquia anunciou também que vai suportar todos os custos relacionados com a participação dos produtores do concelho na feira digital.
Recorde-se que o “Alvaiázere Capital do Chícharo” resulta da integração de dois eventos de grande importância na história e promoção do concelho de Alvaiázere: a FAFIPA (Feira Agrícola, Florestal, Industrial, Pecuária e Artesanato) e o Festival Gastronómico Alvaiázere Capital do Chícharo.
“A FAFIPA teve início no ano de 1980 (tendo-se realizado, em 2019, a 39.ª edição) e visa a promoção e desenvolvimento do tecido empresarial do concelho de Alvaiázere. Este evento de longa tradição teve sempre associado um cartaz cultural e desportivo que potencia a mobilização da sociedade alvaiazerense e da sociedade portuguesa em geral, embora tenha uma incidência de âmbito sobretudo regional”, nota a autarquia.
Por sua vez, o Festival Gastronómico Alvaiázere Capital do Chícharo nasceu em 2003 (a 17ª edição foi em 2019), ano em que a leguminosa passou a assumir-se como ícone da gastronomia local.
“Desde o primeiro momento que os restaurantes locais e as tasquinhas (asseguradas por diversas associações locais e em funcionamento durante o evento) reinventam e apresentam esta iguaria em pratos marcados pela tradição e pela tendência contemporânea”, salienta o município, que sublinha ainda que, juntamente com os CTT e o Dott, estão a ser implementadas medidas de mitigação de contágio por covid-19 e a ser seguidas todas as recomendações das autoridades competentes para a
protecção dos colaboradores e clientes.
As três entidades apelam também ao seguimento rigoroso das recomendações da Direcção-Geral da Saúde, por forma a garantir a segurança de todos.