Alitém mantém receita de sucesso: gastronomia, artesanato e animação

0
680

Tasquinhas, expositores e um programa de animação são os trunfos de mais uma Mostra Gastronómica da Região Alitém. O certame, que vai na 21.ª edição, repete o modelo dos anos anteriores, mas conta com mais espectáculos. O ponto forte é, como sempre, a gastronomia tradicional local. Estão todos convidados.

 

A Mostra Gastronómica da Região Alitém é um motivo delicioso para visitar a União de Freguesias de Santiago e São Simão de Litém e Albergaria dos Doze entre os dias 25 e 27 de Agosto. Os pratos tradicionais dão paladar ao certame que anualmente mostra as potencialidades daquele território, designadamente a gastronomia, o artesanato, a cultura e as tradições. Já a animação dá um toque especial ao evento, que este ano decorre em Albergaria dos Doze.
É a sul do concelho de Pombal, na fronteira com os municípios de Ourém e Leiria, que encontramos Albergaria dos Doze, onde este ano decorre a saborosa Mostra Gastronómica da Região Alitém.
Por lá vai encontrar quatro tasquinhas (Associação de Caça e Pesca de São Simão de Litém, Dinoclube, Garecus e Centro Social de S. Pedro) onde pode provar uma vasta variedade de pratos tradicionais da região, mas também alguns petiscos. Portanto, é uma excelente oportunidade para degustar diferentes iguarias e, claro, deliciar-se com algumas sobremesas.
Afinal, durante três dias, a Mostra Gastronómica vai prendar todos os visitantes com um cardápio, onde não vão faltar os pratos de tortulho, borrego, carneiro, vitela, javali, galo e bacalhau. E para quem quiser saborear apenas tapas, poderá ficar-se pelo chouriço, morcela, orelha, moelas, ossos ou pataniscas. Para aconchegar o estomago e adoçar a boca, nada melhor que uma sobremesa. Haverá várias à escolha.
O certame conta ainda com uma mostra de actividades económicas com um total de 20 expositores, que estarão espalhados pelo Largo Engenheiro Guilherme Santos.
Para além das tasquinhas e dos expositores das actividades económicas, a Mostra Gastronómica da Região Alitém é enriquecida com um cartaz de animação. O programa inclui grupos locais e outros vindos de fora da freguesia, que prometem noites de alegria e convívio.

“VAMOS TER MAIS ATRACÇÕES”
Este ano, a Mostra Gastronómica da Região Alitém repete o modelo dos anos anteriores, mas “vamos ter mais atracções”, contou o presidente da União de Freguesias, salientando que “chegámos a pensar apostar num formato diferente”, ideia essa que caiu por terra “devido à perspectiva da desagregação de freguesias”.
Ainda assim, o certame traz algumas novidades: “investimos mais em espectáculos, vamos ter mais um grupo musical na sexta-feira [dia 25]”.
E quais os destaques do programa? “Vamos ter o comboio turístico com passeios gratuitos, que passam pelas três freguesias, e teremos a animação habitual com concertos, concertinas…”.
“Portanto, estamos com expectativas elevadas”, frisou Manuel Nogueira de Matos, sublinhando que “esperamos uma maior afluência de pessoas que nos anos anteriores, apesar de ser um período de muitos eventos e festas religiosas”.
Quanto ao “investimento ronda os 40 mil euros”, ou seja, “vai ser o mesmo do ano passado”, revelou o autarca.

O presidente de Junta diz que as expectativas para esta edição são elevadas e que há novidades no programa

JACINTO GAMEIRO LOPES DÁ NOME AO LARGO DA ESTAÇÃO
O arranque da 21.ª Mostra Gastronómica da Região Alitém, que acontece ao final da tarde de sexta-feira (25 de Agosto) será marcado pela inauguração oficial do Largo da Estação, que passa a chamar-se Praça Jacinto Gameiro Lopes.
A atribuição do nome de Jacinto Gameiro Lopes ao Largo da Estação é uma homenagem póstuma ao primeiro presidente da Junta de Freguesia de Albergaria dos Doze eleito no pós-25 de Abril.
Por outro lado, é um reconhecimento ao empresário “do ramo de alfaiataria e seguros”, cuja empresa e residência estava localizada precisamente em frente à estação de caminhos-de-ferro. Esta é também uma forma de homenagear “uma das pessoas que sempre pugnou para que aquela obra se viesse a concretizar”.
Recorde-se que a requalificação do Largo da Estação representou um investimento superior a 170 mil euros, cuja obra foi da responsabilidade da Câmara de Pombal, numa articulação com a Infraestruturas de Portugal (IP).
A intervenção permitiu melhorar “uma zona bastante desqualificada” com mais de 3.000 metros quadrados, que compreende o largo defronte ao edifício da Estação, bem como os terrenos confinantes, que são propriedade da IP.
O projecto incluiu a criação de 25 novos lugares de estacionamento, uma zona de paragem de curta duração ‘Kiss & Ride’ e um novo parqueamento de bicicletas e motociclos, bem como lugares para táxis e para condutores com mobilidade reduzida e gestantes.
Para o presidente da União de Freguesias, “a requalificação do Largo da Estação criou uma centralidade que não existia e resolveu um problema em termos de perigosidade de tráfego para os residentes e peões”, contribuindo para “potenciar a possibilidade de aparecer novo comércio, porque a zona está realmente muito mais atractiva”.
Todavia, “esta obra não veio alterar muito a afluência de pessoas na utilização do comboio, mas tem aumentado o número de pessoas que têm escolhido a zona de Albergaria dos Doze para viver”, realçou Manuel Nogueira Matos, constatando que “uma grande parte não tem transporte próprio e utiliza os transportes públicos”.

Além de saborearem os pratos tradicionais locais, os visitantes podem assistir a espectáculos, percorrer o território da União de Freguesias num comboio turístico e ver a exposição de actividades económicas, que terá 20 stands.

 

Carina Gonçalves | Jornalista