Sai um prato de almôndegas de cavala, por favor

0
1441

Muito em breve, às tradicionais almôndegas de carne que se encontram à venda nas superfícies comerciais vão juntar-se almôndegas de cavala. A sugestão é da chef Patrícia Borges, docente da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar (ESTM), do Instituto Politécnico de Leiria (IPL), responsável pela criação e desenvolvimento deste novo produto, que chegará brevemente às mesas dos portugueses. A produção e comercialização do produto nas superfícies comerciais, cantinas escolares e empresas será assegurada pela Receituarium, a empresa de Peniche que lançou o desafio à docente da ESTM.

O IPL diz que as almôndegas de cavala serão comercializadas em embalagens de 1kg e estarão disponíveis em três variedades, sem aditivos: somente de pescado, com vegetais ou com especiarias.

Além do incentivo à prática de hábitos alimentares mais saudáveis, o novo produto alimentar “pretende ainda contribuir para escoar a captura de cavala, apresentando assim um elevado índice de sustentabilidade ambiental para a região de Peniche”, refere a instituição de ensino.

Patrícia Borges considera que estes produtos “podem vir a ter um impacto muito positivo nos hábitos de alimentação dos portugueses, em especial das crianças, que normalmente preferem a carne ao peixe, daí o objectivo de distribuir estes produtos nas cantinas escolares”.

A par do elevado valor nutricional da cavala, a docente destaca a facilidade e rapidez com que o produto poderá ser confeccionado.

Do ponto de vista nutricional, Patrícia Borges explica que “a cavala integra a classificação de peixe azul, rica em ácidos gordos ómega 3, que aumentam o colesterol bom (HDL) e diminuem o mau (LDL)”. A chef e docente da ESTM acrescenta ainda que “a cavala é um peixe rico em vitamina A, B6, B12, C, D, E, bem como sais minerais – cálcio, ferro, magnésio, fósforo, potássio, sódio e selénio”.

A mesma docente foi também recentemente responsável pela criação de hambúrgueres de cavala, a pedido da mesma empresa, que já estão à venda no circuito da grande distribuição, sendo que ambos os produtos se destinam ao consumidor médio.