Pedro Santos divulga memórias da freguesia de Louriçal

0
291

Para assinalar os 27 anos de reelevação de Louriçal a vila, Pedro Serra Santos lançou um projecto dedicado às memórias da freguesia. A iniciativa, disponibilizada numa página própria na rede social Facebook, conta com a colaboração de “diversos pessoas e entidades que contribuirão com valiosos conteúdos para o enriquecimento deste acervo”, diz.


Formado na área da gestão e planeamento de turismo, Pedro Santos refere que a iniciativa tem como objectivo “agregar num único local o acervo audiovisual da freguesia de Louriçal que se encontra dispersos, contribuindo para a preservação da história social e cultural do povo louriçalense”, através da “publicação de conteúdos que possam enriquecer a memória colectiva ou individual do quotidiano e de acontecimentos ocorridos”.
“Louriçal no Tempo e na Memória” será um “repositório de fotografias, imagens, filmes, textos e outros suportes, que procuram testemunhar os percursos e as vivências desta comunidade, num passado distante ou recente, nos diversos lugares da freguesia do Louriçal (e não apenas na vila) através da participação das suas gentes, instituições e colectividades”, refere o mentor, que foi membro da Junta de Freguesia.
Para aquele louriçalense, “apesar de uma ideia simples, afigura-se um trabalho complexo, com recursos despendidos na investigação, recolha, selecção, preparação e publicação de conteúdos de interesse e benefício para história da povo louriçalense”.
“Sendo um trabalho gracioso (sem fins lucrativos ou económicos), esta página só terá o valor que ela merece se houver quem a visite, que goste dela e a siga, que a partilhe, que comente publicações, e que esclareça dúvidas sobre quem somos e de onde viemos”, considera.

Quem é o mentor do projecto
Pedro Miguel Serra Santos tem 37 anos e é natural de S. Martinho (Sintra). Reside no Louriçal desde 1984. É Técnico de Turismo, tendo-se licenciado em Gestão e Planeamento em Turismo pela Universidade de Aveiro. Tem uma vasta experiência na área da administração local do Estado: exerceu funções de Assistente Técnico, entre 2006 e 2009, e foi secretário do executivo, a meio-tempo, na Junta de Freguesia do Louriçal, entre 2009 e 2013. Actualmente trabalha como comercial do sector agrícola.
Da participação na vida associativa local, fez do Rancho Folclórico e Etnográfico do Louriçal, do Agrupamento 1244-Louriçal e foi sub-director do Jornal Expressão. Desde 2008 que é dirigente associativo na A.C.R.D. Louriçal, na qualidade de secretário da direcção.

Partilhar
Artigo anteriorTi Milha: A edição deste ano está cancelada
Próximo artigoDia da Criança celebra-se sobre rodas
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.