Ganhei peso na férias! E agora, o que faço?

0
586

Apesar de estarmos atravessar a pandemia Covid-19, há que tirar umas merecidas férias, dado que foi um ano inteiro a trabalhar. O período de confinamento foi difícil, exigente e desafiante para todas as famílias portuguesas, o que causou mais cansaço e criou uma maior necessidade de um período de descanso em família, que por outro lado, cria uma alteração de ambiente e de rotina, seja em termos de actividade física e de alimentação.
Durante o período de férias, em algumas pessoas, verifica-se um aumento de peso. O que é interessante em família, é quando existe um aumento de peso na mulher geralmente, também se observa no homem, e caso hajam crianças, a probabilidade de as crianças também ganharem peso também é maior. Os pais têm uma influência decisiva nos hábitos alimentares dos filhos.
Por exemplo, um estudo realizado pelo Research Center at Baylor College of Medicine mostrou que as crianças ganham peso durante as férias de verão, no entanto, durante o ano lectivo elas perdem peso. Também se observou em todas as crianças que ganharam peso durante as férias, o ganho de peso é mais significativo nas crianças com excesso de peso e obesidade.
Relativamente aos adultos, investigações anteriores revelaram que a temporada de férias pode levar a um ganho de peso que persiste após o fim das férias, o que contribui para o ganho de peso actual. E mesmo aqueles que se exercitam regularmente não estão protegidos contra este ganho de peso durante as férias.
O investigador Cooper, que estudou estas questões do ganho de peso, refere que “As férias e os feriados são provavelmente as duas épocas do ano em que as pessoas são mais suscetíveis ao ganho de peso num período muito curto de tempo”, e acrescenta também “As férias podem realmente ter um grande impacto na saúde a longo prazo”.
Para além do referido anteriormente, todo o ganho de peso, tem influência no bem-estar, na saúde, na forma como nos sentimos (quando vestimos certas roupas ou nos vemos ao espelho), nos níveis de energia, na disposição, nos níveis de energia, na produtividade, na auto-estima, entre outros aspectos importantes na qualidade de vida de uma pessoa.
A solução para começar a redução de peso, passa por uma decisão bem clara e determinada, o que irá motivar uma alteração determinada de comportamentos.
Caso precise de ajuda na redução de peso, contacte um nutricionista reconhecido pela Ordem dos Nutricionistas.

Desejo-lhe um bom regresso das férias!

António Cordeiro
Nutricionista
CP:0728N