Apreendidas mais de 1.300 munições a homem que ameaçava filha menor

0
1913


Militares da Guarda Nacional Republicana (GNR) de Pombal apreenderam mais de 1.300 munições a um homem, de 57 anos de idade, suspeito de agredir e ameaçar de morte a sua companheira e uma filha de ambos, com 14 anos.
Segundo o Comando Territorial de Leiria, a operação ocorreu na passada quarta-feira, dia 9, na sequência de uma “investigação por violência doméstica”, tendo os militares do Posto Territorial d Pombal dado cumprimento a um mandado de busca à residência do suspeito.
Naquelas buscas, foram apreendidos “1.343 cartuchos, 19 munições e dois redutores para espingarda de caça.”
Num comunicado divulgado esta sexta-feira, o mesmo comando territorial refere que o suspeito “agredia fisicamente e ameaçava de morte as vítimas, a sua companheira de 53 anos, com quem manteve uma relação durante 17 anos, e a filha de ambos, de 14 anos.”
Por outro lado, no decorrer da busca, os militares da GNR, que tiveram apoio do Núcleo de Protecção do Ambiente, elaboraram, ainda, “dois autos de contra-ordenação por detenção de espécies cinegéticas em cativeiro e detenção sem licenciamento de ave exótica, num terreno contíguo à residência.”
Nas diligências, os militares apreenderam “uma raposa vermelha (Vulpes vulpes), uma gineta (Genetta genetta), oito perdizes (Alectoris rufa) e um papagaio (Psittacus erithacus).”
Os respectivos autos foram enviados ao Tribunal Judicial da Comarca de Leiria.

Partilhar
Artigo anteriorPresidente da Câmara retira pelouros a vereador Pedro Brilhante
Próximo artigoPS quer ‘apurar os factos’ que levaram o presidente a retirar pelouros a vereador
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.