RENDALÍSSIMA | Vamos aos saldos!

0
1751

As festividades finalmente terminaram, há um novo ano para estrear e os saldos para aproveitar! Guias para sobreviver à loucura dos preços baixos há muitos, textos de aconselhamento para compras inteligentes também e é por isso que o meu objectivo no Rendalíssima de hoje é dar-vos dicas simples e de forma resumida para que aproveitem o momento com razoabilidade: o que comprar, onde investir e como fugir da impulsividade.

básicos | Antes de se enfiar num centro comercial para deambular pelas lojas caóticas e tropeçar nos cabides espalhados pelo chão e nas pessoas que se tornam tão rudes como desesperadas, dê uma vista de olhos ao seu roupeiro.
Observe e repare no que tem e no que lhe faz falta, no que aos clássicos diz respeito – stilettos em preto e em nude, úteis em múltiplas ocasiões, tem? Camisas brancas? Blazers em tom neutro? Calças pretas com bom corte? Um bom trench-coat?
Faça um levantamento das suas necessidades e leve uma lista consigo para que possa adquirir peças que preencham as lacunas do seu armário a preços mais baixos.
Não se esqueça dos básicos simples que podem ser comprados em quantidade, como as t-shirts lisas, por exemplo. É na época de saldos que pode investir em peças intemporais e de qualidade a menor custo.

extravagâncias | Aproveite o momento para comprar aqueles artigos que gosto de designar como «peças de curta duração», ou seja, os que à partida irão ser usados durante pouco tempo – tanto por se tratarem de tendências passageiras como por serem indicados apenas para ocasiões especiais. Pode ser o casaco em pêlo colorido – indispensável esta estação – ou um vestido festivo para ficar no closet até que surja o momento de brilhar.
Uma vez que serão pouco rentabilizadas, estas peças devem corresponder a um gasto inferior e nada melhor que conseguir encontrar aquelas calças em lantejoulas a metade do seu preço original.

oportunidades | Preste atenção à redução de preços em artigos para usar no dia-a-dia: calças de ganga, camisolas em malha em várias tonalidades, um bom blusão ou aquela carteira que há meses namora incessantemente. Não abra mão de tudo o que possa trazer interesse e diversão para os seus looks diários e invista em acessórios (chapéus, boa bijuteria, cintos, luvas, óculos de sol).

Acima de tudo, evite o stress e a confusão das lojas cheias. Encontre um espacinho na sua agenda para se dedicar com calma a esta tarefa – depois de jantar ou durante a manhã são os mais favoráveis períodos para fazer compras. Por fim, traga consigo apenas o que sente favorecer o seu corpo!

Boas compras!

Partilhar
Artigo anteriorASAE desmantela unidade de abate clandestino de leitões e detém responsável
Próximo artigo“Amigos” levou o Pai Natal a hospitais da região
Depois de se dedicar ao Jornalismo, decidiu aprofundar os seus conhecimentos numa vertente menos explorada ao longo da sua formação académica, a comunicação não-verbal. Após uma especialização em Lisboa em Consultoria de Imagem, lançou-se a título pessoal na área da Moda e assume-se em 2018 como a primeira Fashion Therapist do país. Já foi contratada pelo grupo Sonae para realizar serviços de Personal Shopping aos seus clientes, marca presença na Vogue Fashion's Night Out, trabalhou no grupo Creative Concept como responsável pela gestão dos cursos leccionados e pelo departamento de Comunicação da Creative Academy e exerce funções enquanto Social Media Manager de eventos de Moda. Trabalha de perto com grandes marcas de luxo internacionais sediadas na Avenida da Liberdade e com designers portugueses vocacionados para noivas. Em Pombal tem uma parceria com a Quinta da Concha porque apesar de se mover na capital, tem especial gosto pelo trabalho com clientes da zona centro. Contactos: anarendalltomaz@gmail.com || https://www.anarendalltomaz.com/