Obras no “mamarracho” à entrada da cidade retomadas depois de 15 anos de abandono

0
874

Já há luz verde da Câmara Municipal para avançarem as obras no imóvel localizado nos antigos terrenos da Beiróleo, à entrada da cidade de Pombal, junto à EN1/IC2. O anúncio foi feito pelo vice-presidente da Câmara Municipal, na última reunião de executivo, realizada a 30 de Julho.
“A licença especial de acabamento está aprovada e as obras já estão a avançar”, revelou Pedro Murtinho, adiantando que o novo proprietário tem “um período total de 24 meses para concluir as obras”.
Todavia, apesar de ter sido concedida a licença especial de acabamento, “ainda há matérias que carecem de legalização”, salientou o vereador responsável pelo Urbanismo e Obras Particulares, referindo-se “a alterações no projecto que implicam alterações ao Plano Director Municipal (PDM)”.
Essas modificações têm a ver com a classificação daquele local, que está previsto em PDM para “actividades económicas” e o novo proprietário “pretende fazer ali apartamentos”, pelo que “há necessidade de fazer pequenas adaptações para o espaço ficar afecto a habitação, mas é uma alteração fácil de fazer e enquadrável na alteração que temos em curso”.
Por isso, “estamos a trabalhar nesse sentido de forma a ir de encontro ao tipo de empreendimento e projecto que o novo proprietário pretende para aquele local”, adiantou, sublinhando que “a Câmara sempre se empenhou muito na resolução daquele problema para a cidade”.


Estas informações foram prestadas no seguimento de um pedido de esclarecimento do vereador Narciso Mota, que voltou a insistir para que a Câmara Municipal “facilite a operação de licenciamento” do imóvel, cuja construção “está parada, infelizmente, há mais de 15 anos”. Por isso, apelou à “sensibilidade da Câmara Municipal para acompanhar todos os investidores do concelho que queiram valorizar os projectos”, advertindo que “não podemos encravar esta decisão”, permitindo que “aquele mamarracho continue a dar um aspecto terrível à entrada da cidade de Pombal”.

Carina Gonçalves | Jornalista

*Notícia publicada na edição impressa de 12 de Agosto