Militares da GNR fiscalizam terrenos para prevenir incêndios

0
813

As patrulhas da GNR que iniciaram hoje uma operação de fiscalização em terrenos do concelho de Pombal foram recebidas, esta manhã, no Largo do Cardal, pelo presidente da Câmara Municipal, assinalando desta forma o arranque oficial da missão.

Ao todo, 32 militares afectos ao Serviço de Protecção da Natureza (SEPNA) e ao Grupo de Intervenção de Protecção e Socorro da GNR, apoiados por 16 viaturas, vão patrulhar, ao longo de três dias (7, 8 e 10), todas as freguesias do concelho de Pombal, previamente georreferenciadas, no âmbito da prevenção dos incêndios florestais. O objectivo é identificar infracções à legislação de defesa da floresta, que obriga à gestão do combustível numa faixa de 50 metros, em redor das edificações isoladas, ou de 100 metros no caso de aglomerados populacionais.

As infracções detectadas serão depois transmitidas ao Gabinete Técnico Florestal, que notificará os proprietários para procederem à limpeza dos terrenos.

Na identificação dos proprietários, os operacionais contam com o apoio das juntas de freguesia, de modo a que as situações de incumprimento possam ser corrigidas voluntariamente até dia 15 de Abril, como explica o sargento Rui Teixeira.

A operação estende-se, pela primeira vez, a todo o distrito de Leiria e quando estiver concluída, no próximo dia 16, permitirá ao território fazer história, passando a ser o primeiro do país a estar “completamente fiscalizado”, revela o sargento Rui Teixeira.

Notícia mais desenvolvida na próxima edição