Meirinhas vai ter Academia de Programação Informática

0
464

A Academia de Programação Informática de Meirinhas vai abrir portas no próximo dia 1 de Outubro. Este projecto vai funcionar aos sábados de manhã, no Centro de Ocupação à Juventude, instalado na antiga escola primária de Meirinhas.
De acordo com o presidente da Junta, promotora desta iniciativa, a Academia de Programação Informática “pretende desenvolver nos jovens da freguesia das Meirinhas competências altitudinais, tais como o pensamento crítico, a criatividade, a comunicação e a colaboração”.
O público-alvo são os jovens dos 10 aos 18 anos, que semanalmente, aos sábados de manhã, poderão aprofundar as suas competências, através da aprendizagem de “programação informática e de ferramentas básicas de literacia digital”, refere João Pimpão, salientando que o objectivo deste projecto é dotar estes jovens de “ferramentas essenciais para o mundo actual”, as quais poderão contribuir “positivamente no sucesso escolar destes alunos”.
O projecto envolve o pagamento de uma propina mensal de 25 euros, valor que baixa para metade no segundo filho e tem um desconto de 100% no terceiro filho inscrito.
A academia, que será dinamizada pela empresa HappyCode, pretende desenvolver nos participantes “um maior gosto pelas áreas STEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática)”, sobretudo junto do público feminino.
Por outro lado, esta iniciativa visa “promover a freguesia das Meirinhas e as suas potencialidades junto da população infantil”, ao mesmo tempo que contribui para uma “maior aculturação das escolas da necessidade do foco do currículo nas áreas tecnológicas”.
Os alunos vão aprender a programar através do currículo Happy Code com a orientação de professores Happy Code e vão realizar projectos guiados e autónomos, que serão apresentados à comunidade no final do ano.
Para João Pimpão, “a reputação de qualidade dos projectos e currículos da HappyCode” “reforçam o nível distintivo da Academia de Programação Informática de Meirinhas”.

Carina Gonçalves | Jornalista

*Notícia publicada na edição impressa de 29 de Setembro