João Pela assume candidatura à Câmara de Pombal

0
664

O arquitecto João Pela vai ser o cabeça de lista do Chega à presidência da Câmara de Pombal, substituindo Carlos Breda que desistiu por motivos de saúde.
Com a saída do independente Carlos Breda, a liderança da corrida à presidência da Câmara de Pombal foi assumida por João Pela, que tinha sido anteriormente anunciado como candidato à Assembleia Municipal de Pombal. João Pela tem 62 anos e actualmente é deputado da Assembleia Municipal de Odivelas, eleito pelo CDS.
“Aceitei o convite porque o meu amigo Carlos Breda teve de desistir por uma questão de saúde e pediu-me para o substituir”, afirmou ao Pombal Jornal João Pela, sublinhando que ambos têm “ideias comuns e partilhamos este projecto em concreto, daí ter sido indicado para a Assembleia Municipal”.
O candidato sublinha que tem “experiência política”, inclusivamente “várias moções aprovadas pela Assembleia Municipal de Odivelas”, onde é líder de bancada do CDS.
Em relação ao concelho, “tenho relações afectivas bastante fortes a Pombal” e “tenho uma noção do território bastante forte”, que lhe permitem perceber os problemas do município. “Não se compreende a falta de limpeza do rio, nem o facto da PSP estar enfiada num buraco”, apontou João Pela um dia depois de ter aceite o desafio para se candidatar à Câmara de Pombal.
O candidato do Chega defende ainda que é preciso apostar no turismo, pois está na altura do concelho “deixar de ser apenas um local de passagem de turismo religioso”. “Desde a Vieira de Leiria [Marinha Grande] até ao Osso da Baleia [Pombal] há todo um território que tem de ser explorado”, refere, criticando o actual executivo por também não aproveitar o potencial da Serra de Sicó, onde “no lado de Pombal existe um buraco, que é uma pedreira”.

Carina Gonçalves | Jornalista