Finanças mudam para o Centro de Negócios

0
1867

Na próxima segunda-feira, dia 9, se precisar de se deslocar às Finanças de Pombal, saiba que já não se deverá dirigir à “Casa Agorreta”, onde aqueles serviços públicos funcionaram até agora, mas sim ao Centro de Negócios, a escassos metros dali.
A mudança surge após a assinatura do contrato de arrendamento, por um período de 10 anos, celebrado em Novembro passado, entre o Município de Pombal, proprietário das instalações, e o Estado Português, através da Autoridade Tributária Aduaneira. O contrato permitirá ao Município de Pombal arrecadar cerca de 4.000 euros mensais de renda.

Por seu turno, as antigas instalações, conhecidas como “Casa Agorreta”, vão sofrer obras de requalificação, a rondar os 850 mil euros, para acolher a Loja do Cidadão, tal como noticiado na edição de 22 de Dezembro.
O projecto já mereceu parecer prévio favorável da Agência para a Modernização Administrativa, e foi elaborado “em devida articulação com os serviços a transferir” para aquele edifício, nomeadamente o Instituto da Segurança Social e o Instituto de Formação Profissional, revelou o vereador Renato Guardado, que coordena o gabinete de projectos da autarquia.
Segundo o vereador, o projecto consiste, essencialmente, na melhoria do isolamento térmico, a substituição de toda a caixilharia, bem como da cobertura e de todos os revestimentos, e a criação de acessibilidade através de elevador, e ainda a reformação da zona de escadas, melhorando os acessos verticais, e a iluminação natural do interior do edifício.
Contempla, ainda, entre outros aspectos, a implementação de sistema de climatização e a instalação de mobiliário essencial à adequação do edifício às funcionalidades propostas.
De referir que a implementação da Loja do Cidadão de Pombal foi formalizada, em finais de Julho de 2015, através da assinatura de protocolo com o então ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Miguel Poiares Maduro.