Embaixadas dão “alto patrocínio” aos Caminhos de Leitura

0
2007

O XV Encontro de Literatura Infanto-Juvenil “Caminhos de Leitura”, que irá decorrer em Pombal de 8 a 10 de Junho, conta com o Alto Patrocínio das embaixadas do Japão, Brasil, México, Espanha, Itália e Reino Unido, anunciou a Câmara Municipal.
Segundo a autarquia, tratam-se das instituições diplomáticas dos países que, a par de Portugal, vão ter os seus escritores e ilustradores a participar no evento. “Esta é a primeira vez que as embaixadas se associam a esta iniciativa, reconhecendo assim a importância dos encontros de literatura de Pombal no panorama da literatura infanto-juvenil mundial”, refere a edilidade.
De referir que Katsumi Komagata, designer e escritor japonês, que recebeu a medalha de prata do “Art Director´s Club of New York”, é um dos principais convidados da edição deste ano. Destaque, ainda, para as presenças de Marina Colasanti, escritora e jornalista brasileira que conquistou o prémio literário da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil, António Catalano, actor, pintor e escultor italiano que fundou o espaço de arte Magopovero para crianças, e Daniel Goldin, director da Biblioteca Nacional de Vasconcelos.
“Nesta viagem pelos Caminhos de Leitura estarão ainda em Pombal os brasileiros Maurício Correa Leite (Cátedra da Unesco para a Leitura) e Affonso Sant’Anna, que exerceu funções de secretário-geral da Associação das Bibliotecas Nacionais Ibero-Americanas; a escritora e narradora oral de Espanha Ana Garcia Castellano, bem como a educadora e artista especializada em voz e literatura, a inglesa Inno Sorsy”, refere a autarquia.
Durante os três dias, também especialistas da literatura portuguesa, passarão por Pombal, como é o caso de Teresa Calçada (Comissária do Plano Nacional de Leitura) e o narrador oral/ actor, Ângelo Torres, entre outros.
Os Caminhos de Leitura têm como público-alvo os educadores de infância e professores de todos os graus de ensino, bibliotecários e mediadores do livro e da leitura.

Partilhar
Artigo anteriorSENTIDOS | Antes cega que surda
Próximo artigoRENDALÍSSIMA | Os meus clientes não têm mau gosto
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.