Fotografia em xadrez

0
1060

Quando duas paixões se unem num só indivíduo, o mais provável é que o resultado seja um projecto tão marcante como interessante. Neste caso, o xadrez e a fotografia fizeram nascer o PhotoChess.

Existe há pouco mais de uma semana e está em facebook.com/PhotoChess o resultado da fusão de várias artes. Jorge Barrento, conhecido pela sua forte ligação ao xadrez, enquanto professor e jogador, assume-se como um “apaixonado por fotografia”. Desafiou Ritabela Santos para “divulgar o xadrez, dar a conhecer locais do concelho, tanto sítios mais bonitos como os mais absurdos e impensáveis”, através de sessões fotográficas com artistas locais como protagonistas. O projecto une e divulga então quatro vertentes: o xadrez, a fotografia, os lugares do concelho e os artistas pombalenses. O fio condutor é visível nas imagens, que integram sempre um elemento alusivo ao xadrez – um tabuleiro, uma mesa, uma peça ou um relógio. Concretizado por “puro divertimento, não tem fins lucrativos”, mas já conta com mais de quatro centenas de ‘gostos’ na rede social em que está alojado. “Já estamos a ser desafiados por vários artistas para fotografar com eles”, conta Jorge Barrento. Quanto ao objectivo, explica que o PhotoChess “tem um pouco o fim de fundar uma academia de xadrez em Pombal”, ou seja, abrir caminho para outro projecto. “Muito em breve tencionamos ter uma sala ao dispor no centro de Pombal”, afiança. Os interessados em aulas poderão contactar o professor por e-mail: jorgebarrento@gmail.com.