Vermoil inicia ano novo com projectos na calha

0
435

A pensar num ano novinho em folha, com 365 páginas para escrever, Carlos Santos, presidente da Junta de Vermoil, adianta que “vamos fazer de tudo para que em 2019 se concretizem grandes projectos para a freguesia”. Uma das primeiras grandes novidades do ano passa pela conversão da antiga Escola Primária de Vermoil num “Centro Cultural”.

A antiga Escola Primária de Vermoil “já recebe um projecto que a Junta tem vindo a desenvolver com os seniores da freguesia”, assim, “vamos efectuar obras de remodelação e de adaptação do espaço para que este possa dar melhores condições aos mais velhos e ao mesmo tempo que tenha características que vão de encontro às necessidades da população”. O projecto do “Centro Cultural era uma das grandes bandeiras do nosso programa eleitoral”, portanto “é com grande satisfação que avançamos com a obra”. Outros projectos estão na calha, como a execução de passeios “entre as localidades de Lagoa e Mata do Casal Galego”, revela o autarca.
O espaço que comporta agora o Salão Nobre da junta de freguesia e o actual posto de atendimento aos fregueses e balcão dos CTT, também vai sofrer obras de requalificação: “sentimos a necessidade de adaptar o Salão Nobre no sentido de prestar um melhor serviço aos nossos utentes”.
O novo ano fica ainda marcado pela chegada de uma “Assistente Social à freguesia”, que “vai ajudar em muito no apoio às famílias mais desfavorecidas”, afinal, a responsável “vai trazer maiores e melhores conhecimentos no que toca a medidas de apoios social, por exemplo”, adianta o edil, relembrando que a técnica “apesar de já estar no terreno desde Dezembro passado, só no início do ano inicia o cargo em pleno”. Esta profissional é contratada “no âmbito dos protocolos que a Câmara celebrou com as Juntas de Freguesia, e que permitiram a criação das Comissões Sociais de Freguesias e Interfreguesias”, neste caso “estamos agregados às freguesias das Meirinhas e Carnide”, explica.
Ainda na área do apoio social, Carlos Santos conta que durante a quadra natalícia “distribuímos 20 cabazes de Natal a famílias que já estão identificadas, e que em alguns casos recebem apoio regular”. O autarca explica que “a Junta ofereceu 15 cabazes completos, a Associação São Vicente Paulo, de Pombal, contribuiu com dois e a comunidade da Ranha também se juntou e fez questão de oferecer três cabazes de Natal”. Os mais pequenos também não foram esquecidos e “os Clássicos de Vermoil fizeram questão de oferecer presentes às famílias com crianças até aos 10 anos”, revela.