Tejo Gourmet volta a contar com a participação do Vintage

0
1326
Se à melhor gastronomia juntarmos vinhos de eleição, o resultado só pode ser um menu de excelência. Para nos dar a conhecer as propostas, nesta matéria, de alguns dos restaurantes de referência do nosso país, a Confraria Enófila Nossa Senhora do Tejo e a Comissão Vitivinícola Regional do Tejo têm em mãos a organização da sétima edição do Tejo Gourmet, um evento de iguarias e vinhos do Tejo, em formato de concurso, que arrancou este sábado e se prolonga até dia 27.
O restaurante Vintage, em Pombal, associa-se pelo terceiro ano consecutivo a este desafio e promete, uma vez mais, não defraudar as expectativas. O conceituado espaço de restauração, localizado no centro da cidade, enquadra-se na categoria de cozinha tradicional (há também internacional e de autor) e, à semelhança de outros desafios, o principal objectivo é promover o Vintage e o que de melhor ali se faz. Por outro lado, acrescenta a jovem proprietária e chefe de cozinha, o Tejo Gourmet tem a particularidade de “nos ‘obrigar’ a ter um conhecimento mais aprofundado sobre vinhos”.

Margarida Tomás não esconde que a experiência de participação em anos anteriores também pesou na decisão de se juntar ao elenco de 42 restaurantes que estão a concurso, deixando elogios à organização e à forma como acolhem os participantes.
Optimista por natureza e dona de uma personalidade guerreira, Margarida Tomás, de 30 anos, tem sabido contornar as dificuldades, marcando a diferença numa área fortemente concorrida. No currículo do Vintage contam-se já diversos prémios, que o têm ajudado a obter reconhecimento e, ao mesmo tempo, a trazer notoriedade para a cidade e para o concelho de Pombal. Distinções que faz sempre questão de partilhar com os clientes e com a equipa de profissionais que a acompanha diariamente.

Produtos da época destacam-se no menu
O menu que o restaurante Vintage apresenta nesta edição do Tejo Gourmet é composto por uma entrada de queijo (Rabaçal) gratinado com mel e alecrim com estaladiço pão da região. A acompanhar, vinho Quinta da Alona Reserva Alvarinho & Viognier (Tejo, branco). Para o prato principal, o Vintage vai dar a provar um cabrito no forno com arroz de míscaros em cama esparregado, acompanhado por um vinho Quinta da Alorna Touriga Nacional Cabernet Sauvignon (Vinho Regional do Tejo, tinto). A terminar, o menu tem para sobremesa um pudim de mel e azeite com azeitonas doces.
A avaliação será feita por um júri do qual fazem parte profissionais de mérito reconhecido e com larga experiência.
Manuela Frias