RENDALÍSSIMA | Let’s start fresh!

0
331

O início do ano pede novos inícios, impele-nos a fazer coisas novas, a mudar. Não há outro período que provoque esta vontade colectiva de começar de novo, como se aquele movimento do ponteiro na noite de 31 de Dezembro acordasse o ser humano do seu estado de inércia. Tenho a sensação de que não há melhor forma de recomeçar do que com uma transformação no visual.
Quebrar a monotonia, aumentar a auto-estima e divertir-se com uma nova imagem reflectida no espelho são apenas algumas das consequências que uma alteração corajosa ao cabelo pode ter. Coco Chanel dizia que a mulher que corta o seu cabelo está prestes a mudar a sua vida. É que se no caso da maioria dos homens um corte é apenas um corte, uma acção rotineira e necessária, na perspectiva feminina, uma ida ao cabeleireiro representa muito mais que isso: uma nova atitude, um momento em que nos permitimos simplesmente desfrutar de uma experiência relaxante, um apontamento de diversão por entre as lutas quotidianas, um aumento de poder que terá repercussões na forma como nos vemos e, por isso mesmo, no modo como encaramos o mundo.
Quer saber se está a precisar de uma mudança de look?

 

Observe o seu cabelo e seja sincera: está baço ou tem brilho? É ralo e quase consegue ver o couro cabeludo ou tem uma cabeleira farta? É ralo e fino ou forte e denso? As pontas estão secas e espigadas ou suaves ao toque? Se as suas respostas recaem sobre uma das primeiras opções (ou todas), está na altura de cuidar de si.
Invista em produtos específicos para os problemas que detectou, devidamente aconselhada por um profissional e não espere mais para ir cortar pontas e fazer um tratamento nutritivo que melhore a sua saúde capilar. Se for caso disso, aposte primeiro numa fase de reconstrução e espere até poder fazer uma mudança de cor em segurança.

 

Se sente que a expressão «bad hair day» não se aplica ao seu caso porque há meses que não tem um dia em que se sinta feliz com o aspecto do seu cabelo, é hora de tomar uma atitude. Ninguém merece viver constantemente em «bad hair months» e não gostar do seu cabelo! É ele que nos emoldura o rosto, evidenciando os nossos traços mais bonitos, que nos faz sentir mais femininas e sexy, que nos alegra logo pela manhã se o vemos maravilhoso – o dia corre melhor se assim for, certo? Todos os dias podem começar com mais amor por si se não se sentir insegura quanto ao seu cabelo.

 

Anda sempre com o cabelo apanhado porque «é mais prático», porque «demora imenso tempo a domar a juba» ou porque não gosta de se ver com ele solto? Tem que encontrar uma solução: um corte que seja prático, rápido de pentear e que favoreça o seu rosto. Se não gosta dos caracóis, aposte num alisamento. Se não gosta do seu cabelo liso, experimente uma ondulação. Se não quer usar secador nem gastar horas a arranjar-se para poder sair de casa com um ar decente, explique essas preferências a um profissional em quem confie. Há tantas soluções no mercado como necessidades por parte dos clientes.

 

Reparou no desafio que inundou as redes sociais com comparações de fotografias de há dez anos comparadas com as actuais? Toda a gente partilhou as suas! Espreite as suas fotografias na última década e note se foi actualizando o seu look ou se manteve sempre o mesmo penteado. Já sabe a resposta: uma década é tempo mais que suficiente para um cabelo se tornar cansativo. Não seja aborrecida e saia desse marasmo. Uma cor, um comprimento diferente, inove!

 

Se já inveja as cabeleiras alheias, nem pense em decidir-se a entrar num cabeleireiro assim que terminar de ler este texto. Não vale a pena almejar ter o que admira noutra pessoa se não fizer nada para o efeito!

 

O cabelo cresce. De que serve ter uma melena gigantesca se não for sedosa, macia, brilhante? Corte-o de uma vez por todas, siga a sua intuição. O pior que pode acontecer é arrepender-se, demorar a habituar-se e esperar um pouco até que ele volte ao tamanho original.

 

Se já decidiu que está pronta para mudar, sabe o que tem a fazer? Uma rápida pesquisa online. Imagine-se no seu melhor. Qual o seu cabelo de sonho, aquele que amava ter? Um long bob platinado? Uma franja a direito num cabelo super liso? Caracóis com nuances mel? Salve imagens que ilustrem bem o que pretende para que possa mostrá-las ao seu cabeleireiro. Se a mudança for radical, ou seja, se tiver o cabelo negro e encaracolado e quiser passar para um louro extra liso, trace com ele um plano para proceder às alterações gradualmente, sem comprometer a saúde capilar. O que importa é que dê o primeiro passo – e se precisar de uma coragem extra, responda-me: como se vai sentir quando se vir ao espelho como sonha?
Se quiser saber qual a única profissional de excelência da zona centro em cujas mãos confio plenamente, fale comigo!

Partilhar
Artigo anteriorCarrinhos de Rolamentos: “conseguimos colocar Pombal no mapa nacional”
Próximo artigoAnsião e Pombal preparam criação da maior Caixa Agrícola do país
Depois de se dedicar ao Jornalismo, decidiu aprofundar os seus conhecimentos numa vertente menos explorada ao longo da sua formação académica, a comunicação não-verbal. Após uma especialização em Lisboa em Consultoria de Imagem, lançou-se a título pessoal na área da Moda e assume-se em 2018 como a primeira Fashion Therapist do país. Já foi contratada pelo grupo Sonae para realizar serviços de Personal Shopping aos seus clientes, marca presença na Vogue Fashion's Night Out, trabalhou no grupo Creative Concept como responsável pela gestão dos cursos leccionados e pelo departamento de Comunicação da Creative Academy e exerce funções enquanto Social Media Manager de eventos de Moda. Trabalha de perto com grandes marcas de luxo internacionais sediadas na Avenida da Liberdade e com designers portugueses vocacionados para noivas. Em Pombal tem uma parceria com a Quinta da Concha porque apesar de se mover na capital, tem especial gosto pelo trabalho com clientes da zona centro. Contactos: anarendalltomaz@gmail.com || https://www.anarendalltomaz.com/